quinta-feira, 23 de março de 2017

Moura, Grave e A. Telles Bastos galardoados na próxima 4ª feira no Campo Pequeno

Uma semana antes de abrir a Temporada Histórica do Campo Pequeno (6 de Abril)
com Padilla e Roca Rey e os Forcados de Vila Franca, o Maestro João Moura
recebe na próxima 4ª feira, dia 29, o galardão que o consagra como cavaleiro
triunfador de 2016 na primeira praça de toiros do país
Dr. Joaquim Grave, proprietário da ganadaria Murteira Grave, galardoado pelo
grande triunfo dos seus toiros na Corrida TV do ano passado no Campo Pequeno
António Ribeiro Telles Bastos, melhor peão de brega da
Temporada 2016 no Campo Pequeno, na foto com o Maestro
Vitor Mendes


O Maestro João Moura (cavaleiro triunfador), o ganadeiro Dr. Joaquim Grave (melhor ganadaria) e o bandarilheiro António Ribeiro Telles Bastos (melhor peão de brega), representantes de três das mais Ilustres Famílias da nossa Tauromaquia, recebem na próxima quarta-feira, dia 29, os respectivos Troféus "Farpas"/"Volapié" que os consagram como grandes Triunfadores da Temporada/2016 na praça do Campo Pequeno.
A entrega dos galardões terá lugar durante o jantar que se realiza na praça do Campo Pequeno (corredor da porta grande) e que será o quinto e último organizado pelo "Farpas" e pelo Bar "Volapié", com a colaboração da empresa da primeira praça do país (que nos cede gentilmente o espaço), depois de já terem sido galardoados em anteriores ocasiões o Grupo de Forcados de Vila Franca, os matadores Juan José Padilla e Manuel Dias Gomes, o cavaleiro praticante Parreirita Cigano, o bandarilheiro João Ferreira e a ganadaria de Manuel Veiga (melhor toiro), como máximos triunfadores de 2016 na Monumental de Lisboa. Foram também alvos de significativas e merecidas homenagens a Equipa Médica do Campo Pequeno e o cornetim José Henriques.
O jantar será abrilhantado pelo Grupo de Flamenco de Joaquín Moreno e espera-se uma enchente para fechar com chave de ouro este ciclo de entrega de troféus.
Não perca tempo, as inscrições estão abertas até à próxima terça-feira, dia 28 de Março (25€ por pessoa), podendo os interessados fazê-las enviando o comprovativo de transferência para o NIB 0035 0001 0003 6242 4302 4 para o e-mail volapie.tapascopas@gmail.com ou tratando directamente ao próprio balcão do bar "Volapié".
Alguém vai perder?

Fotos Emílio de Jesus e Maria Mil-Homens

6 de Abril, Campo Pequeno: um cartel "do outro mundo"!



1 de Abril: ABV de Alcochete promove Sábado Taurino



João Cortes homenageado na super-corrida de 29 de Abril em Estremoz



João Cortes, antigo cabo dos Forcados Amadores de Montemor, ainda e sempre uma das maiores referências da nobre arte de pegar toiros (na foto, com Miguel Alvarenga) será homenageado no próximo dia 29 de Abril durante a excepcional corrida de toiros que o empresário espanhol Carlos Zuñiga (filho) leva a efeito na praça de toiros de Estremoz e que está anunciada como "o sucesso do ano".
Lidam-se seis toiros da triunfadora ganadaria de Francisco Romão Tenório e actuam no mais esperado mano-a-mano da temporada o rejoneador Diego Ventura e o cavaleiro João Moura Júnior.
As pegas vão estar a cargo dos grupos de forcados de Montemor e Monforte, que disputarão o Troféu "João Cortes" para a melhor pega.

Foto Emílio de Jesus

Treino de forcados aberto ao público no domingo na Monumental do Montijo


No próximo domingo, dia 26, pelas 10 horas, vai ter lugar na Monumental do Montijo um treino conjunto dos grupos de forcados Amadores da Tertúlia Tauromáquica do Montijo e Amadores de Salvaterra de Magos.
O treino é aberto ao público e lidar-se-ão seis novilhos da ganadaria Casa Agrícola Santo Toiro.


Associação de Tertúlias realizou Assembleia-Geral na praça do Campo Pequeno



A Assembleia Geral da Associação de Tertúlias Tauromáquicas Portuguesas reuniu no passado sábado, 18 de Março, numa sala do Campo Pequeno, onde foi apresentado e aprovado por unanimidade o Rotatório de Contas de 2016.
Luís Capucha, Presidente da Direcção, apresentou o trabalho realizado pela ATTP e o Plano de Actividades para 2017.
Nesta Assembleia Geral foi ainda apresentado por Vitor Besugo do Clube Taurino Beringelense o novo site da ATTP, que será um espaço na Internet, onde para além da associação divulgar as suas iniciativas, também as as tertúlias associadas podem divulgar as noticias referentes às suas actividades: http://attppress.wixsite.com/portugal/
Seguiu-se um almoço de grupo e uma visita ao Museu do Campo Pequeno.

Fotos D.R./@ATTP

Manuel J. Oliveira homenageado este sábado em Lisboa pela Tertúlia Círculo T



O cavaleiro Manuel Jorge de Oliveira, que este ano reaparece nas arenas por uma noite para comemorar 40 anos de alternativa e dar a alternativa ao seu pupilo Parreirita Cigano (29 de Junho no Campo Pequeno), será homenageado durante um jantar que terá lugar já no próximo dia 25, sábado, a partir das 20 horas, no Restaurante "Club do Operário" (Rua de Entrecampos, ao Campo Pequeno) pela Tertúlia Círculo T, presidida por Fernanda Rita.
Manuel Jorge de Oliveira (na foto, durante uma homenagem da Tertúlia Setubalense, há uns anos), recebeu a alternativa na praça do Campo Pequeno a 2 de Junho de 1977 numa célebre corrida da Associação de Comandos, alternando com Luis Miguel da VeigaJosé Luis Sommer d'AndradeGustavo ZenklJosé João Zoio (que foi o padrinho da alternativa) e João Moura.
Despediu-se das arenas na praça de toiros do Cartaxo na noite de 21 de Junho de 2013 numa corrida em que alcançou um triunfo memorável. 
Os não sócios da Tertúlia Círculo T que queiram participar neste jantar deverão fazer as suas inscrições desde já através dos telfs. 217 931 132 e 917 232 921 ou para o e-mail restcluboperario@gmail.com

Foto D.R.

24 de Abril: Maestro Moura estreia-se no Equador



O Maestro João Moura (foto de cima) vai tourear pela primeira vez no Equador, na Feira Taurina do Señor del Buen Suceso, em Riobamba - no próximo dia 24 de Abril (cartaz ao lado).
Lidam-se quatro toiros da ganadaria Peñas Blancas e dois de El Pinar e João Moura dará a alternativa ao rejoneador equatoriano Álvaro Mejía, actuando como testemunha o também rejoneador local José António Benítez.
A Feira Taurina está composta por mais duas corridas de toiros, a primeira a 21, um mano-a-mano entre os matadores equatorianos Júlio Ricaurte e José Andrés Marcillo; e a segunda a 22 com as presenças de Juan José Padilla, Iván Fandiño e Samper.

Foto Maria Mil-Homens

Toiros de Palha e Oliveira Irmãos na feira francesa de Vic-Fezensac



As ganadarias portuguesas Palha e Oliveira Irmãos (ambas propriedade de João Folque) marcam presença na praça francesa de Vic-Fezensac na sua Feira Taurina de Junho.
Um toiro de Oliveira Irmãos disputa o Concurso de Ganadarias a 4 de Junho (corrida matinal) em que serão também lidados exemplares das ganadarias Miura, Cura de Valverde, Celestino Cuadri, Valdellán e Los Maños. O cartel é composto pelos matadores López Chaves, Morenito de Aranda e Michelito Lagravére.
No mesmo dia 4 de Junho, à tarde, lida-se uma corrida da centenária ganadaria Palha e farão frente aos toiros portugueses os matadores Alberto Aguilar, Emílio de Justo e Rubén Pinar.

Fotos D.R.


Marco José, Paulo J. Santos e Parreirita Cigano na Páscoa em Sousel



Os cavaleiros Marco José, Paulo Jorge Santos (foto) e Parreirita Cigano e os grupos de forcados de Montemor e das Caldas da Rainha compõem o cartel da tradicional corrida de segunda-feira de Páscoa, 17 de Abril, em Sousel, integrada na Romaria de Nossa Senhora do Carmo e que terá lugar na praça que tem o nome do saudoso cavaleiro local Pedro Louceiro.
Lidam-se seis toiros da ganadaria Silva Herculano.

Foto D.R.

Palomo Linares apadrinha Jornadas Taurinas em Nimes



Palomo Linares regressa a Nimes. O mítico matador de toiros espanhol, uma das mais importantes figuras do toureio da década de 70, apadrinhará as Jornadas Taurinas organizadas pela autarquia da cidade francesa e que vão decorrer nos dias 7, 8 e 9 de Abril.
Palomo Linares (ao lado, nos anos 80 em Santarém com Miguel Alvarenga e em cima numa foto actual) estará presente em Nimes nos três dias e será a imagem de um ambicioso programa cultural em torno do mundo dos toiros, noticia o site aplausos.es.

Fotos D.R. e Luis Azevedo


Sábado em Ourique: Festival Taurino a favor dos Bombeiros


Realiza-se no sábado, 25, a partir das 16 horas, se o tempo o permitir, em Ourique (praça portátil) um Festival Taurino cujos lucros revertem a favor dos Bombeiros Voluntários locais para angariação de equipamento de protecção individual.
O cartel é composto pelos cavaleiros João Moura, Tito Semedo, António Brito Paes, Marcos Bastinhas, João Ribeiro Telles e Luis Rouxinol Jr. e pelos grupos de forcados de Cascais, do Redondo e de Beja.
Lidam-se novilhos-toiros da ganadaria dos Irmãos Carreira.

"Joselito" desmente reaparição em Ronda


O matador espanhol José Miguel Arroyo "Joselito" desmentiu ontem à noite na sua página da rede social Twiter a notícia da sua reaparição a 2 de Setembro na Corrida Goyesca de Ronda, notícia que ontem também tinha sido avançada pelo site espanhol cultoro.com.

Foto D.R.


Rumo aos 17 MILHÕES de leitores! Ontem, 4ª feira: 7.674



Visualizações de páginas de hoje
6
Visualizações de página de ontem
7 674
Visualizações de páginas no último mês
208 192
Histórico total de visualizações de páginas
16 603 101

quarta-feira, 22 de março de 2017

6 de Abril, Campo Pequeno: alguém vai perder?



António Romero no hospital: "Quero voltar a tourear!"



"Doi-me a cornada, mas doi-me mais não ter podido triunfar. Estou contente porque fiz o meu melhor esforço. E já quero voltar a tourear" - primeiras declarações do matador mexicano António Romero (29 anos) ao site suertematador.com, no Hospital Mocel, na Cidade do México, depois das duas operações a que já foi sujeito na sequência da grave cornada que sofreu domingo na Monumental Plaza México (foto ao lado) e que lhe destroçou o recto.
Embora as operações tenham corrida bem e o toureiro esteja estabilizado, o seu estado é ainda grave pelo risco de qualquer infecção.
Se não surgirem complicações, António Romero pode abandonar o hospital na próxima segunda-feira.

Fotos suertematador.com e D.R.


"Joselito" reaparece em Ronda na despedida de "Paquirri"


O matador madrileno José Miguel Arroyo "Joselito" (foto) vai voltar a vestir-se de toureiro e reaparecerá por um dia na Corrida Goyesca da tradicional Feira de Pedro Romero em Ronda (Espanha) no primeiro fim-de-semana do mês de Setembro, onde se despede das arenas Francisco Rivera Ordoñez "Paquirri". O terceiro toureiro do cartel é Enrique Ponce, repetindo-se assim o célebre trio da tarde de 23 de Maio de 1966, quando Francisco fez em Madrid a confirmação da sua alternativa. A crítica apelidou o cartel de "Os Três Tenores".
Em Setembro, em Ronda, poderia ainda actuar também Cayetano Ordoñez, sendo assim uma corrida de oito toiros, adianta hoje o site cultoro.com.

Foto cultoro.com

Não se distraia: só até 6ª feira, Abonos/Campo Pequeno com 50% de desconto!




6 de Abril, Campo Pequeno: melhor era impossível!



25 de Abril: alta competição em Alter!



Estremoz, 29 de Abril: mano-a-mano imperdível!




"6 Toros 6" e "Aplausos": esplendor do Campo Pequeno em grande destaque nas duas principais revistas mundiais de Tauromaquia

As duas páginas com a entrevista a Rui Bento na edição desta semana da revista
"6 Toros 6" e, em baixo, as quatro que a "Aplausos" dedica também esta semana
à Temporada e à História dos 125 anos da primeira praça de toiros de Portugal
que, na óptica do jornalista Iñigo Crespo, "vive a sua época de glória"



A praça de toiros do Campo Pequeno e a sua Temporada Histórica de comemoração do 125º aniversário da inauguração estão esta semana em grande destaque nas duas principais revistas mundiais de Tauromaquia, as espanholas “6 Toros 6” e “Aplausos”, com entrevistas ao gestor taurino Rui Bento e também ao relações públicas da empresa, Paulo Pereira (este na “Aplausos”) e muitos dados e pormenores sobre o historial da Monumental de Lisboa, bem como detalhadas análises e elogiosas referências à composição dos cartéis da primeira parte da época.
Rui Bento explica, questionado pela “6 Toros 6” sobre os porquês de se anunciar sempre apenas a primeira metade do Abono e não logo as corridas todas, que há para esse facto “uma única razão: desde que estou à frente da praça, um dos meus lemas é que aquele que triunfe seja reconhecido e possa repetir. Assim como a Corrida da Beneficência em Madrid esperava os triunfadores de Santo Isidro, gosto que a segunda parte do abono de Lisboa seja para os que triunfam com força nas primeiras corridas. Creio que é uma questão de responsabilidade com o aficionado e de motivação para os toureiros. E também é bom esperar e ver como se dá a temporada em geral e ter a possibilidade de contar com aqueles toureiros que se destaquem em outras praças”.
Sobre as primeiras corridas de 2017, Rui Bento opina que se trata do “abono mais redondo dos doze anos que levo como gestor do Campo Pequeno e, modéstia àparte, parece-me que reflecte o bom momento em que está a primeira praça de Portugal, recuperando o brilho dos seus melhores anos”.
O tema Ventura volta à baila e Rui Bento repete o que disse na conferência de imprensa, mesmo depois de o rejoneador ter emitido um comunicado descartando a sua presença em Lisboa nesta temporada: “Queremos contar com Diego Ventura, mas não houve de momento acordo económico. Na conferência de imprensa transmiti que tinha reservadas algumas datas para ele, considero que não faz sentido não contar com ele e continuo com o desejo de querer contratá-lo, obviamente nas condições que sejam possíveis para a empresa”.
Na entrevista à revista “Aplausos”, Rui Bento sustenta que “conseguimos algo que não sucedia desde há 50 anos, reunir os melhores de cada uma das três modalidades do toureio”.
O jornalista Iñigo Crespo, autor da entrevista, escreve que a praça de toiros de Lisboa “vive a sua época de glória” e que “o Campo Pequeno soube ganhar a partida ao tempo e a sua própria história e chegou à comemoração dos 125 anos da sua inauguração em pleno esplendor artístico e sendo uma referência cultural e social de Lisboa”.
Rui Bento confirma as palavras do jornalista e diz que “o Campo Pequeno está na moda” e “agora encontramo-nos num processo de expansão não só em Portugal, bem como fora do país, um dos nossos objectivos é buscar o aficionado de Espanha e França que queira viver outra percepção da Tauromaquia, mas dentro da seriedade, do rigor e da categoria”.
Paulo Pereira, por seu turno, traça um breve historial dos 125 anos da praça lisboeta e refere que “o Campo Pequeno é história de Lisboa e de Portugal. É um espaço e um edifício que teve um caminhar paralelo à própria história do nosso país. Falar desta praça no presente é construir uma ponte entre o que se fez e o que resta ainda por fazer”.
E acrescenta:
“O grande segredo da praça actual é que sendo um edifício moderno e de última geração, soube manter a essência e respeitar a tradição. Aproveitaram-se todos os espaços, mas a identidade histórica da praça manteve-se inalterável”.
Por fim, Rui Bento divulga que a data mais forte da segunda parte da temporada será a de 18 de Agosto (sexta-feira), “dia em que se cumprem exactamente os 125 da inauguração da praça e queremos fazer um cartel internacional com a presença de uma grande figura. Estamos a trabalhar nisso”.


António Romero: os danos estão controlados, mas o seu estado ainda é grave

António Romero foi já sujeito a duas operações e o seu estado é estável, embora
ainda grave. Está internado no Hospital Mocel na Cidade do México
O momento brutal em que o toiro lhe infringe a cornada e lhe detroça o recto
provocando danos gravíssimos. Em baixo, mas dois pormenores da colhida
Momento em que o toureiro era levado para a enfermaria
Domingo na Monumental do México, António Romero lidando de capote e muleta
o toiro que o colheu gravemente já no final da actuação. Chamava-se "Caporal",
tinha 526 quilos e era da ganadaria Piedras Negras, que não lidava nesta praça
há 22 anos


O estado de saúde do matador mexicano António Romero, de 29 anos, é estável, mas ainda considerado grave, depois de ter sofrido no domingo na Monumental Plaza México uma cornada brutal no rabo que, segundo o médico da praça, Dr, Rafael Vásquez Bayod, "lhe detroçou completamente o músculo esfinter e lesionou de maneira muito grave o recto".
O médico, que o operou na enfermaria, afirma que primeiramente tiveram que "controlar a hemorrogia para lhe salvar a vida e posteriormente fazer uma revisão do abdomen. Foi uma cornada muito forte, grave e profunda, aproximadamente de 30 centímetros e que provocou destroços importantes".
As fotos do acidente mostram bem como o toiro, chamado "Caporal", com 526 quilos, da ganadaria de Piedras Negras (que não lidava há 22 anos na Monumental do México) se acerca de Romero, o volteia e investe quando este cai por terra, perfurando o recto.
Depois de operado na enfermaria, António Romero foi transferido para o Hospital Mocel, na capital mexicana, onde na segunda-feira foi submetido a uma segunda intervenção cirúrgica para uma primeira reconstrução das partes afectadas.
Juan Carlos Sánchez foi o médico que o operou pela segunda vez no hospital e, em declarações à cadeia NTR Toros, informou que "o paciente está bem, aguentou perfeitamente a cirurgia, uma situação grave que pôs em perigo a sua vida pela gravidade das lesões, mas neste momento os danos estão controlados e vamos aguardar mais 24 horas para amanhã iniciar a reconstrução do recto".
António Romero nasceu em Zacatecas (México) a 12 de Junho de 1987 e debutou como novilheiro na praça "La Paloma" em Puerto Vallarta (Jalisco) em 15 de Março de 2016. Apresentou-se na Monumental do México a 5 de Setembro de 2010 e recebeu a alternativa em Zacatecas, sua terra natal, em 16 de Setembro de 2010, apadrinhado por "El Zotoluco", com o testemunho de Rafael Ortega, toureando o toiro "Artillero" da ganadaria Marrón. Confirmou a alternativa na Monumental do México a 3 de Dezembro de 2015 com o toiro "Libertador" da ganadaria Guadiana, sendo padrinho da cerimónia Francisco Marco e testemunhas Alejandro Vertiz, Juan António Adame, Oliver Godoy e Lupita López.

Fotos D.R.