segunda-feira, 1 de Setembro de 2014

Alguém vai perder?


Marcos Bastinhas ainda sem previsões para regresso às arenas


Ainda em recuperação (lenta, mas favorável) da lesão sofrida em Albufeira, onde foi atingido no rosto pelo cabo de uma bandarilha que afectou o nervo ocular, Marcos Bastinhas não sabe ainda quando regressará às arenas. "A vontade é muita, mas tudo depende dos médicos que o têm vindo a acompanhar. Faz a sua vida normal, vê bem, mas ainda não está em condições de poder tourear", informa Manuel Ribeiro, assessor da Casa Bastinhas. A vontade do cavaleiro é reaparecer ainda este ano. Na foto, Marcos com a noiva, Dália Madruga e o filho e o antigo craque benfiquista Mantorras, numa foto dada à estampa esta semana na sua página da rede "Facebook".

Foto D.R./@Marcos Tenório Bastinhas/Facebook

Toiros Palha no fecho da temporada em Madrid


A temporada na  Monumental de Madrid encerra a 12 de Outubro (Dia de El Pilar) com uma corrida da ganadaria portuguesa Palha, adianta hoje o site "mundotoro.com". O cartel será composto pelos matadores Sánchez Vara, Israel Lancho (que volta a Las Ventas depois de em 2009 quase ter perdido ali a vida ferido precisamente por um toiro de Palha) e o colombiano Guerrita Chico, que confirma a alternativa.


Campo Pequeno, 5ª feira: alguém vai perder?

António Ribeiro Telles
Pablo Hermoso de Mendoza
João Moura Jr.

Vai comprar antecipadamente 
o seu bilhete ou vai arriscar
não conseguir ver esta
corrida monumental?

Compre já o seu bilhete em
ou 
nos CTT, El Corte Inglês,
Agência Abreu,
ABEP (Restauradores)
ou Agência Arena (V. Franca)

Fotos Frederico Henriques/@Campo Pequeno

"El Fandi" choca aficionados...


Esta foto de Salvador Giménez retratando o momento em que o matador espanhol David Fandilla "El Fandi" se sentou ontem em cima de um toiro "manso e rachado" da ganadaria Zalduendo, na arena de Priego de Córdoba, está a chocar o mundo taurino e tem sido alvo dos mais duros comentários nas redes sociais da internet.
José Vega escreve no seu blog "El Libro del Arte": "Pode ser um dos momentos mais vergonhosos que tenho visto na minha trajectória como aficionado aos toiros. 'El Fandi' sentado em cima de um toiro de Zalduendo que foi manso e rachado. Ocorreu na praça de Priego de Córdoba e põe de novo a minha aficion à beira do precipício, já que se volta a faltar ao respeito ao Toiro, já não digo se é o Rei da Festa ou não (para mim, sem dúvida), mas, desde logo, é o único que não tem voz para denunciar as tropelias desses que se fazem chamar de toureiros, empresários e certos ganaderos do tudo vale".
Sem comentários...

Foto Salvador Giménez

Pablo e Moura: "tira-teimas" esta 5ª feira no Campo Pequeno

Depois de em Maio terem esgotado a lotação do Campo Pequeno, com Rui
Salvador, na inauguração da temporada, Pablo e Moura regressam a Lisboa já na
próxima 5ª feira com António Telles - depois de ontem terem saído os dois em
ombros em Palência
Apoteose: Pablo Hermoso de Mendoza cortou ontem quatro orelhas!
Momentos de Glória de João Moura Jr. ontem em Palência. "Foi a minha melhor
faena do ano e uma das mais importantes da minha carreira"
. Cortou duas orelhas
e saíu em ombros com Pablo Hermoso - com quem volta a competir esta 5ª feira
em Lisboa
Ontem, depois da corrida em Palência, Pablo Hermoso, João Moura Jr. e Hector
Barcenilla foram entrevistados no programa "Toros en Palencia" do canal La 8


"Foi a minha melhor faena do ano e uma das mais importantes da minha carreira" - palavras de João Moura Júnior sobre a primeira actuação ontem em Palência (Espanha), onde saíu em ombros com Pablo Hermoso de Mendoza, aguçando desta feita o apetite dos aficionados para o grande confronto que vão protagonizar já na próxima quinta-feira no Campo Pequeno numa noite em que o cabeça de cartaz é António Ribeiro Telles.
João Moura Jr. cortou uma orelha no primeiro toiro e outra no segundo. "Foi um autêntica lástima só ter cortado uma orelha no primeiro", considerou o cavaleiro, acrescentando que "uma faena assim tinha que ter sido rematada com uma boa estocada, mas só acertei à segunda e tive que me conformar no final com uma orelha".
Pablo Hermoso protagonizou duas lides empolgantes, premiada cada qual com duas orelhas e Hector Barcenilla, que tomava a alternativa, obteve uma orelha no toiro do doutoramento e foi aplaudido no outro.
Esta quinta-feira, na penúltima corrida da temporada lisboeta - a da revista "Lux" - António Telles, Pablo Hermoso de Mendoza e João Moura Jr. vão lidar toiros de Maria Guiomar Cortes de Moura. As pegas estarão a cargo dos forcados de Vila Franca e da Chamusca, havendo ainda a referir que o cabo do segundo grupo, Nuno Marques, pegará pela última vez na capital, 48 horas antes de se despedir das arenas na corrida de sábado na Chamusca.

Fotos Juan Andrés H. Mendoza/Farpas e Óscar Navarro/diariopalentino.es

A nossa selecção: as 6 próximas grandes corridas em Portugal



David Gomes corta uma orelha em Monterrubio de la Serena


O cavaleiro praticante David Gomes (na foto, com o seu apoderado espanhol Paco Cáceres) cortou uma orelha no seu primeiro toiro, da ganadaria Jandilla, e foi aplaudido no segundo, na corrida mista nocturna que sábado se realizou em Monterrubio de la Serena (Espanha).
Alternou com o rejoneador Sebastián Fernández (que cortou quatro orelhas e saíu em ombros) e com o novilheiro Dani Morales, que enfrentou novilhos de Luis Albarrán (Herdeiros), cortando uma orelha no primeiro e sendo silenciado no segundo.

Foto D.R.


O adeus de Nuno Marques: os toiros de Vinhas para sábado na Chamusca

A grande pega de Nuno Marques este ano em Almeirim. Cabo dos Amadores da
Chamusca despede-se no sábado, após 14 anos a comandar o grupo e muitos mais
a destacar-se como forcado de eleição
Foto M. Alvarenga
Os toiros Vinhas para a grande corrida deste sábado na Chamusca


São estes os toiros da afamada ganadaria Vinhas (de Mário Vinhas e Herdeiros de Manuel Vinhas) para a corrida de encerramento das comemorações do 95º aniversário da praça de toiros da Chamusca, que se realiza no próximo sábado, 6 de Setembro, a partir das 22 horas e na qual fará a sua despedida das arenas o grande forcado Nuno Marques, há 14 anos cabo dos Forcados Amadores da Chamusca - um Homem que soube elevar bem alto o seu grupo, mesmo quando teve pela frente as mais incríveis adversidades, acabando por vencê-las e por provar que não há, nunca houve, grupos de forcados de primeira e outros de segunda, mas apenas grupos de forcados.
Nuno Marecos será o novo cabo e a passagem de testemunha ocorre no âmbito das comemorações do 40º aniversário dos Amadores da Chamusca.
O cartel é formado pelos cavaleiros Vitor Ribeiro, Filipe Gonçalves e Manuel Telles Bastos e pelo Grupo de Forcados Amadores de Chamusca. que pega os seis Vinhas em solitário na noite da despedida do seu histórico e valente cabo.

Fotos D.R. e M. Alvarenga

Morreu o "Zique", o "cavalo único" de João Telles



"Foi sem dúvida um dos melhores cavalos de toda a vida, se não o melhor mesmo. Com ele vivi e consegui realizar o toureio que sinto e que sonho. É uma grande perda, porque não o considerava um cavalo bom, considerava-o sim, um cavalo único" - palavras de João Ribeiro Telles Jr. sobre o "Zique da Pêra Manca", que morreu no passado dia 15 de Agosto na clínica onde estava internado, vítima de grave pneumonia. Só ontem o toureiro veio a público dar "a notícia muito triste", como ele próprio referiu na sua página oficial da rede "Facebook".
Considerado um dos melhores cavalos de toureio da actualidade, se não o melhor, o craque da quadra de João Telles foi um cavalo completo, dotado de grande elasticidade, passando por todos os tércios: parou toiros, foi cavalo de bandarilhas e também do último tércio. Há três temporadas subiu ao máximo com as suas incríveis batidas ao piton contrário. "Lidava como nenhum outro e tinha uma beleza natural única", recorda o jovem cavaleiro da Torrinha.
O "Zique" tinha o ferro da prestigiada coudelaria de João Grave e proporcionou êxitos inesquecíveis a João R. Telles, destacando-se na última temporada as suas actuações em Alcochete, no Campo Pequeno (Corrida TV) e em Estremoz.
Actuou pela última vez (fotos) na corrida de 10 de Junho passado na Monumental de Santarém.

Fotos Emílio de Jesus/fotojornalistaemilio@gmail.com

José Garrido sofre traumatismo craniano em França



Última Hora - O novilheiro espanhol José Garrido, triunfador este ano no Campo Pequeno, abandonou esta manhã o Hospital de Mont-de-Marsan, em França, onde esteve internado depois da violenta colhida que sofreu na novilhada celebrada em Saint Perdon. O jovem toureiro, referenciado como a grande figura do futuro, sofreu um forte traumatismo crânio-encefálico e vai hoje ser submetido em Madrid a novos exames, depois de nos primeiros se ter descartado a aparição de um coágulo de sangue no cérebro - informa o site da revista "Aplausos".
A colhida ocorreu quando Garrido lidava de muleta o seu segundo novilho, da ganadaria de Pedraza de Yeltes, depois de ter enfrentado em primeiro lugar um exemplar da ganadaria portuguesa de Palha.
A novilhada resultou acidentada, já que foi também hospitalizado o novilheiro Álvaro Marcos e o bandarilheiro José Ángel García também sofreu uma colhida.

Fotos André Viard/aplausos.es

"A Corrida do Ano": os 3 Sorraias e os 3 Victorinos para sábado em Coruche

Os três toiros de Vale Sorraia, ganadaria de Mestre David Ribeiro Telles
Os três magníficos exemplares da histórica ganadaria espanhola de Victorino Martín


São estes os imponentes toiros das ganadarias Vale Sorraia (propriedade de Mestre David Ribeiro Telles) e de Victorino Martín para a "Corrida do Ano" que no próximo sábado, 6 de Setembro, pelas 22 horas, se realiza na praça de toiros de Coruche - uma promoção da empresa "Tauroleve" que está a ser aguardada com enorme e justificada expectativa.
Na corrida presta-se Homenagem Nacional a Mestre David e ao ganadero espanhol Victorino Martín e actuam os cavaleiros Joaquim Bastinhas, António Telles e Luis Rouxinol. Pegam os forcados de Vila Franca e de Coruche, comandados respectivamente por Ricardo Castelo e Amorim Ribeiro Lopes.

Fotos Francisco Romeiras/cortesia "Tauroleve"

Ontem, domingo: 9.059 leram o "Farpas"

Visualizações de páginas de hoje
1 471
Visualizações de página de ontem
9 059
Visualizações de páginas no último mês
292 313
Histórico total de visualizações de páginas
9 299 664

domingo, 31 de Agosto de 2014

Pablo (4 orelhas) e Moura (2) em ombros hoje em Palência


Última Hora - Quando faltam apenas quatro dias para a Grande Corrida "Lux" em que voltam a competir no Campo Pequeno (cartaz ao lado), Pablo Hermoso de Mendoza e João Moura Jr. sairam esta tarde triunfalmente aos ombros da praça de Palência (Espanha), depois de o rejoneador navarro ter cortado quatro orelhas e o cavaleiro de Monforte duas (uma em cada toiro). Hector Balcenilla, que tomou a alternativa, cortou uma orelha no primeiro toiro e foi aplaudido no segundo. Lidaram-se exemplares da ganadaria de Hermanos Gallon e um de Ángel Sánchez y Sánchez.

Praça cheia ontem em S. Manços


Mais uma praça cheia num ano em que o público está a acorrer em força aos grandes cartéis - foi assim ontem em S. Manços, como o atesta esta foto panorâmica de Hugo Calado dada à estampa no site "toureio.pt". Artisticamente, há a registar os triunfos dos três cavaleiros - Luis Rouxinol, João Moura Jr. e Miguel Moura deram aplaudidas voltas à arena no final de todas as suas lides - e dos dois grupos de forcados, Santarém e S. Manços, com seis rijas pegas. Bem apresentados, os toiros de Brito Paes cumpriram na generalidade.

Foto Hugo Calado/www.toureio.pt

Paulo Jorge Santos amanhã em Cuéllar com Bohórquez e Pablo Hermoso

Paulo Jorge Santos cravando um grande par de bandarilhas na corrida deste ano
na Benedita (Alcobaça)

Três dos exemplares da ganadaria El Canario para a corrida de amanhã em Cuéllar
A praça de toiros de Cuéllar (Segóvia), onde amanhã Paulo Jorge Santos se
defronta com Fermín Bohórquez e Pablo Hermoso de Mendoza
Os encierros de Cuéllar são referenciados como os mais antigos de Espanha


Paulo Jorge Santos - um cavaleiro incompreensivelmente esquecido pelas grandes empresas do seu país... - tem amanhã, segunda-feira, 1 de Setembro, um dos mais importantes compromissos da sua temporada, actuando na corrida de rejoneio da Feira de Cuéllar (Segóvia, Espanha), de que foi máximo triunfador no ano passado.
O ginete de Vila Franca reparte cartel com Fermín Bohórquez e Pablo Hermoso de Mendoza na lide de toiros da ganadaria El Canario.
A corrida é a primeira da tradicional Feira de Nossa Senhora do Rosário, composta por cinco festejos e onde na quinta-feira também actuam os Forcados de Alenquer.
Os encierros de Cuéllar são os mais antigos de Espanha.

Fotos Fernando José e D.R.