quinta-feira, 24 de Abril de 2014

Castros na Moita em Maio



Confirma-se, como o "Farpas" anunciou há duas semanas, que serão da prestigiada ganadaria de Ernesto de Castro os toiros a lidar na corrida do próximo dia 25 de Maio na praça da Moita e que marca a estreia empresarial na "Daniel do Nascimento" dos novos adjudicatários João Pedro Bolota e Possidónio Matias. Ontem mesmo, os empresários estiveram reunidos em Alcochete com o conhecido Zé André Piteira, representante de várias ganadarias, com quem negociaram já diversos toiros para a temporada de 2014, para a praça da Moita e não só.
O cartel da corrida de 25 de Maio na Moita (dia das eleições europeias) será de seis cavaleiros e a empresa vai anunciá-lo muito em breve.

Fotos D.R./cortesia "Aplaudir"

Bastinhas reaparece domingo em Estarreja


"A fractura está quase ultrapassada e é muita a vontade que tenho em tourear. Os médicos deixaram ao meu critério o facto de ir tourear a Estarreja no próximo domingo e já decidi que irei", afirma o Maestro Joaquim Bastinhas, confirmando que no próximo domingo reaparecerá mesmo na corrida de toiros que se vai realizar em Estarreja (Aveiro), depois de três semanas de paragem forçada devido a uma lesão num dedo da mão.
"O toureio é parte de mim próprio e os anos que levo na profissão deram-me força para enfrentar todas as situações: as inesperadas, as menos boas e os triunfos. A força de vontade que sempre me caracterizou e me tem acompanhado ao longo da vida têm-me permitido enfrentar todos os desafio. Vou tourear a Estarreja. O público pode contar com a minha presença", acrescenta o toureiro.
Com início às 16 horas, a corrida do próximo domingo, 27 de Abril, em Estarreja, realiza-se em praça portátil e tem cartel formado por Joaquim Bastinhas, Batista Duarte, o praticante nortenho José Carlos Portugal e a cavaleira amadora local Soraia Costa, que faz a sua estreia nas arenas. Pegam os grupos de forcados da Moita e de Coimbra e lidam-se toiros da Herdade de Camarate.

Foto Emílio de Jesus/fotojornalistaemilio@gmail.com

Espanha: Moura Caetano em Almendralejo e Benamocarra




João Moura Caetano com novas datas em praças de Espanha: o triunfador das duas últimas temporadas nacionais, actuará no próximo dia 10 de Maio em Almendralejo ao lado dos rejoneadores espanhóis Leonardo Hernández e Andrés Romero, frente a toiros de El Madroñal, numa corrida de rejoneio a favor da Cáritas.
A 17 de Maio, Moura Caetano faz a dobradinha: toureia à tarde na praça espanhola de Banemocarra com Luis Valdenebro e Ferrer Martín (toiros de Jodar y Ruchena) e à noite no Coliseu de Elvas, onde abre a campanha portuguesa de 2014.
O toureiro de Monforte está também contratado para 25 de Maio na Moita e a 7 de Junho actuará na Feira de Santo Isidro na mais importante praça de toiros do mundo, a Monumental de Madrid.

Foto Emílio de Jesus/fotojornalistaemilio@gmail.com

N.C.O.P. obtém mais uma espectacular vitória na barra do tribunal



A brilhante sociedade de Advogados que defende o "Farpas" e muitos outros conhecidos agentes do mundo tauromáquico, a N.C.O.P. (Nunes, Camacho, Onofre e Pimenta), sediada no Montijo, obteve esta semana mais uma espectacular vitória na barra do tribunal, num processo referente a um conhecido empresário taurino.
A atestar por mais este sucesso, é caso para reafirmar que continuamos "em muito boas mãos" no que a defensores diz respeito.
A N.C.O.P. soma e segue!

Fotos D.R.


Gatunos devolvem estátua


João Pedro Bolota, antigo cabo dos Forcados Amadores de Alcochete, declarou esta manhã ao blog "diário taurino" que "lhe telefonaram por volta das quatro da manhã" a solicitar uma camioneta para transportar a estátua de Hélder Antoño, roubada na madrugada de terça-feira e que se encontrava junto à antiga Fábrica do Orvalho, a poucos metros do local de onde desaparecera, a fachada principal da praça de toiros de Alcochete.
Segundo Bolota, a estátua encontra-se "em bom estado", apenas "um pouco danificada na zona do forcado" que Hélder Antoño segura com a mão direita. Ao que tudo indica, a estátua terá sido "devolvida" por quem a roubou, provavelmente por remorsos...
Da autoria do escultor Soares Branco, a estátua, em bronze, foi inaugurada, por iniciativa dos Forcados Amadores de Alcochete, a 27 de Março de 1993, precisamente cinco anos depois da trágica morte de Antoño na arena daquela praça de toiros.
Depois de reparada, a estátua vai ser recolocada no local onde sempre esteve, diante da praça de toiros, mas não se afasta a possibilidade de a envolver com uma protecção, à semelhança do que sucede com a do rei Eusébio no Estádio da Luz, para evitar novos incidentes.

Foto M. Alvarenga

Ontem, 4ª feira: 6.227 leram o "Farpas"

Visualizações de páginas de hoje
790
Visualizações de página de ontem
6 227
Visualizações de páginas no último mês
177 845
Histórico total de visualizações de páginas
8 112 978

quarta-feira, 23 de Abril de 2014

17 de Maio: corrida de beneficência no Coliseu de Elvas


Espanha: falta de documentação impede debute de Botero no sábado



Atrasos na obtenção de toda a documentação que lhe permita tourear em Espanha impossibilitam o jovem rejoneador colombiano Jacobo Botero Nieto (foto) de fazer no próximo sábado, como estava anunciado, o seu debute no país vizinho, no festival taurino que se realiza em San Martín de la Vega (Madrid) e onde, como noticiámos esta manhã, será substituído por Álvaro San Emeterio.
Todo o processo de legalização de Botero como rejoneador em Espanha está a ser tratado pelo bandarilheiro português Paco Duarte junto da delegação de Toledo do Ministério do Interior, como o próprio nos confirmou esta manhã, "mas só deverá estar disponibilizada no final do mês, o que impede o Jacobo de tourear, como estava anunciado, no próximo sábado".
Entretanto e segundo apurámos, também as autoridades portuguesas estão a colocar alguns entraves à anunciada "alternativa" de Jacobo Botero na segunda corrida da temporada no Campo Pequeno, dia 5 de Junho, não apenas porque não está contemplada em Portugal a alternativa de rejoneador (nem sequer o está oficialmente em Espanha... embora muitos a tomem simbolicamente), mas também porque, mesmo que recebesse a alternativa à portuguesa, Botero ainda nem sequer se apresentou a fazer a prova de cavaleiro praticante...
O que pode então acontecer? - procurámos saber. E a resposta é esta: Jacobo Botero pode ter que tourear numa corrida de rejoneio em Espanha antes de dia 5 de Junho e tomar então, simbolicamente, a alternativa de rejoneador, vindo depois ao Campo Pequeno apenas e só confirmá-la, como o fizeram já outros rejoneadores, casos, por exemplo, de Sérgio Domínguez, de Sérgio Vegas e de Manuel Manzanares.

Foto Emílio de Jesus/fotojornalistaemilio@gmail.com


Carrinha identificada, mas...


Fonte da Guarda Nacional Republicana disse à agência Lusa que está identificada a matrícula de uma carrinha eventualmente utilizada por quem, na madrugada de ontem, roubou a estátua em bronze do saudoso forcado Hélder Antoño que desde 1993 imortalizava, defronte da praça de toiros de Alcochete, o malogrado pegador de toiros, morto aos 21 anos na arena daquela praça em 1988, quando pegava um toiro da ganadaria Passanha.
Um pescador terá estranhado a presença da carrinha junto à estátua, cerca das cinco da manhã e tirou-lhe a maurícula - adiantou a mesma fonte,
Segundo a GNR, foram visitadas pelas autoridades as sucateiras da zona, mas da estátua... nem uma pista. O mais provável, adianta ao "Farpas" uma fonte das autoridades que investigam o caso, "é a estátua ter sido fundida ainda de madrugada, por forma a não ser descoberta, pelo que muito dificilmente, para não dizer que é mesmo impossível, será recuperada".

Foto M. Alvarenga

Roubo da estátua: GFA Alcochete emite comunicado



O Grupo de Forcados Amadores de Alcochete lamenta e condena, em comunicado, o roubo da estátua de Hélder Antoño, efectuado na madrugada de ontem:


Face ao recente incidente de furto qualificado da estátua que perpetua a memória de Hélder Antoño, forcado, falecido a 27 de Março de 1988, na Praça de Toiros de Alcochete, vem o Grupo de Forcados Amadores de Alcochete, pelo presente, manifestar a sua revolta e sentimento de dor provocados por este ato criminoso.
A estátua de Hélder Antoño, além de representar um memorial para o Grupo de Forcados Amadores de Alcochete e para todos os forcados em geral, representava também, para a Vila de Alcochete, um ex-libris, dada a riqueza histórica, cultural e social que o moço forcado representa para as gentes de Alcochete.
O que se passou na passada madrugada de dia 22 de Abril foi um crime contra o património do Concelho de Alcochete, que não pode ficar impune e que merece a mais cuidada atenção e dedicação por parte de todas as entidades competentes na tentativa de encontrar e punir os responsáveis por este ato.
Os danos sentimentais provocados por este acontecimento são irreparáveis e incomensuráveis. Neste momento, resta-nos a esperança de que os responsáveis sejam encontrados e punidos, deixando atuar as entidades competentes.
Com a convicção de que Hélder Antoño voltará a ter naquele local a estátua em sua memória, deixamos uma palavra de agradecimento a todos os amigos e aficionados que nos têm feito chegar o seu apoio.
Viva o GFA de Alcochete!
Alcochete, 23 de Abril de 2014

Grupo de Forcados Amadores de Alcochete

Foto D.R.

Estremoz, 2 de Maio: primeira corrida transmitida pela RTP



Ortega Cano recebe ordem de entrada na prisão



Ortega Cano pode dar nos próximos dias entrada na Cadeia de Sevilha, onde cumprirá a pena de dois anos e seis meses pela morte de Carlos Parra (48 anos), vítima de acidente de viação em Maio de 2011 provocado pelo antigo toureiro. José Ortega Cano, que se acaba de estrear como empresário na praça de Cieza, recebeu no passado dia 8 de Abril a ordem de ingresso na cadeia e segundo fontes judiciais citadas pela agência Efe, a mesma deverá ser cumprida provavelmente ainda esta semana.

Foto M. Alvarenga

San Emeterio recupera e toureia sábado às portas de Madrid




Recuperado da lesão no ombro que na semana passada o impediu de tourear em Marbella, a nova estrela do rejoneio, Álvaro San Emeterio (na foto ao lado, com o Maestro Ángel Peralta) regressa às lides e inicia a sua campanha de 2014 no próximo sábado em San Martín de la Vega, às portas de Madrid, num festival taurino ao lado do matador Victor Janeiro e do novilheiro Raúl Rivera, frente a toiros de Victor y Marín. Este festejo marcava o debute em Espanha de Jacobo Botero (anunciado nos cartazes), mas o jovem rejoneador colombiano não actuará, por razões que se desconhecem.

Fotos Ana Porras/@fotosdetoros.es e D.R.

Ontem, 3ª feira: 7.195 leram o "Farpas"

Visualizações de páginas de hoje
1 051
Visualizações de página de ontem
7 195
Visualizações de páginas no último mês
178 826
Histórico total de visualizações de páginas
8 107 012

terça-feira, 22 de Abril de 2014

Perera e Talavante: o falso mano-a-mano em Jerez de los Caballeros


Lá, como cá, às vezes acontecem destas. Depois de todos os sites taurinos espanhóis terem noticiado com pompa e circunstância que os matadores Miguel Ángel Perera e Alejandro Talavante toureavam mano-a-mano na praça de Jerez de los Caballeros (Badajoz) no próximo dia 11 de Maio, por ocasião do Salón del Jamón/2014, com toiros de Cayetano Muñoz... vieram hoje a público os apoderados dos dois toureiros, respectivamente Curro Vásquez e Fernando Cepeda, desmentir tudo.
"Tanto os toureiros, como o Ayuntamiento da localidade pacense, desvinculam-se completamente do dito cartel, assim como da empresa anunciadora do mesmo", afirmam os apoderados. Vá lá a compreender-se...

Foto mundotoro.com

Domingo: festival em Samora Correia


Casquinha substitui Ferreira no Sobral


Depois de este ano ter reaparecido em Portugal, actuando no festival de Mourão, o matador de toiros Nuno Casquinha (que nos últimos anos tem baseado a sua actividade no Perú) vai tourear na próxima sexta-feira, 25 de Abril, no festival que se realiza na praça de toiros de Sobral de Monte Agraço, substituindo António João Ferreira, que se encontra lesionado. O cartel do festival fica assim composto pelos cavaleiros Luis Rouxinol Jr. e Jacobo Botero, pelos forcados de Coruche, o matador Nuno Casquinha e os novilheiros Manuel Dias Gomes, Joaquim Ribeiro "Cuqui" e Diogo Peseiro. Lidam-se novilhos de São Marcos e Falé Filipe.

Foto D.R./@Nuno Casquinha

As fotos: Ana Rita apanhou susto na reaparição em Padrón


"Não podia ter sido um dia melhor para a minha reaparição, se não no mesmo dia em que Jesus ressuscitou, o que quer dizer que Ele sempre está do meu lado e graças a Ele senti-me muito bem, os cavalos também, senti-me a gosto e feliz, há há sete meses que não pisava uma arena e tenho que agradecer muito a Deus por este dia e pela porta grande com o corte de duas orelhas" - palavras da cavaleira Ana Rita na sua página da rede "Facebook", a propósito da corrida do passado domingo (Páscoa) numa praça portátil instalada em Padrón, na Galiza (Espanha), onde reapareceu, sete meses depois da grave colhida sofrida na arena do Cartaxo, que lhe provocou a fractura da bacia e uma complicada lesão no fígado.
A valente toureira cortou duas orelhas (uma em cada toiro) e triunfou na tarde do regresso às arenas... mas nem tudo foram rosas. Ana Rita estreou dois novos cavalos e apesar da raça que evidenciou (como sempre), apanhou um valente susto (foto de cima) ao ser colhida mesmo no centro da arena. Tudo não passou apenas do susto, a atestar pelas fotos de Sangiao dadas à estampa no jornal "El Correio Gallego", numa tarde que ficou também marcada por outras colhidas (fotos de baixo), dos novilheiros (sem picadores) Francisco José Snaider (que cortou uma orelha no primeiro e duas no segundo) e o sobressalente Quinito, que lidou o quinto novilho, cortando as duas orelhas e o rabo. Os novilhos pertenciam à ganadaria de António San Román, sendo os lidados em terceiro e quinto lugares premiados com volta ao ruedo no arraste.

Fotos Sangiao/"El Correo Gallego"

Campo Pequeno/2014: Temporada Única! A melhor de sempre!


Polícia considera "quase impossível" recuperar a estátua

Hélder Antoño tinha 21 anos quando em Março de 1988 morreu na arena
de Alcochete. Estreara-se seis anos antes nos Amadores de Alcochete na praça
da Moita. Cinco anos após a sua morte, foi inaugurada frente à praça de Alcochete
a estátua de Soares Branco que imortalizava a sua memória e era local de culto
ao Forcado Amador - roubada esta noite!

A estátua do forcado Hélder Antoño, roubada esta noite em Alcochete, é da autoria do escultor Soares Branco e foi inaugurada a 27 de Março de 1993, precisamente no dia em que se perfaziam cinco anos sobre a trágica morte do desditoso forcado na arena da praça de toiros de Alcochete, quando efectuava uma pega a um toiro da ganadaria de Dª Maria Ana Passanha, de nome "Farrusco", com o peso de 585 quilos (aconteceu em 27 de Março de  1988).
De bronze e com mármore de Estremoz no arranjo envolvente, a estátua perpectuava e imortalizava a memória de Hélder Antoño mesmo diante da fachada da praça de toiros de Alcochete e ficou a dever-se ao Grupo de Forcados Amadores de Alcochete, responsável por esta homenagem.
As autoridades estão a investigar o roubo. Em Alcochete e nomeadamente entre os forcados e antigos forcados do grupo, o ambiente é de revolta e consternação. A única pista deixada pelos gatunos foi a marca dos pneus (de camion) ainda visíveis no local. Presume-se que tenha sido levada por um gang bem organizado e que se dedica ao roubo de cobre e bronze. "Certamente para fundir, dificilmente se recuperará a estátua", afirma fonte policial.

Foto D.R.

Incrível! Roubaram a estátua de Antoño em Alcochete...


40 anos depois do "25 de Abril", Portugal continua a saque! Parece incrível, mas aconteceu: foi roubada esta noite a estátua de Hélder Antoño que há mais de 20 anos se encontrava às portas da praça de toiros de Alcochete. O monumento é em bronze e imortalizava a memória do malogrado forcado dos Amadores de Alcochete morto por um toiro na arena daquela praça em 27 de Março de 1988. Um rodado de camion é a única pista deixada pelos gatunos junto ao local onde se encontrava a estátua.

Fotos D.R.

Ontem, 2º feira: 7.268 leram o "Farpas"

Visualizações de páginas de hoje
728
Visualizações de página de ontem
7 268
Visualizações de páginas no último mês
179 303
Histórico total de visualizações de páginas
8 099 494

segunda-feira, 21 de Abril de 2014

"Parrita": 10 anos de alternativa assinalados 6ª feira em Alter



O valente matador moitense Sérgio dos Santos "Parrita" assinala 10 anos de alternativa actuando na próxima sexta-feira, 25 de Abril, na tradicional corrida de Alter do Chão, onde enfrentará um toiro da ganadaria Canas Vigouroux, formando cartel com os cavaleiros António Ribeiro Telles, Vitor Ribeiro e Salgueiro da Costa (que lidarão seis toiros de Palha) e os forcados de Montemor e Alter.
"Parrita", que anuncia retirar-se das arenas no final desta temporada, recebeu a alternativa de matador de toiros a 25 de Abril de 2004 numa das mais antigas praças de Espanha, a de Las Virtudes em Ciudad Real, tendo sido seu padrinho Fernández Pineda num acto testemunhado pelo rejoneador José Luis Cañaveral. Lidaram-se toiros de Tornay e o toureiro português não teve sorte no toiro do doutoramento, cortando depois uma orelha ao seu segundo.

Fotos Vitor Besugo e Inácio Ramos Jr./Arquivo

4ª feira: Finito e Morante mano-a-mano nos 250 anos da praça de Saragoça


Há 40 anos: o amador Moura no C. Pequeno com Conde, Batista e Veiga

Madrid, 1976: João Moura e o "Ferrolho" no arranque da revolução
mourista. Dois anos antes (faz hoje exactamente 40 anos) apresentara-se
como amador no Campo Pequeno ao lado de Manuel Conde, Mestre
Batista e Luis Miguel da Veigva


O cartaz (em cima) foi ontem recordado pelo site "toureio.pt" de Hugo Calado: cumprem-se hoje, 21 de Abril, 40 anos sobre a realização da última corrida na praça do Campo Pequeno na era do Estado Novo. Quatro dias depois, dava-se a "revolução". A favor da Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral e da Liga Portuguesa de Deficientes Motores, realizou-es uma corrida à portuguesa com a participação dos cavaleiros Manuel Conde, Mestre Batista e Luis Miguel da Veiga e do então amador João Moura, que lidou um toiro, como os restantes seis, da ganadaria da Sociedade Agrícola de Rio Frio. Pegaram os forcados de Santarém e Montemor, comandados respectivamente por José Manuel Souto Barreiros e António José Zuzarte.
Oito dias antes, a temporada lisboeta fora inaugurada, como sempre, com a tradicional corrida de Domingo de Páscoa, um cartel misto (ao lado) com os cavaleiros Manuel Conde e José Maldonado Cortes, os matadores Fernando dos Santos e Carnicerito de Úbeda e os forcados do Ribatejo.

Foto Enrique/Arquivo

A foto do dia


O matador de toiros espanhol Manuel Escribano fotografado ontem no quarto de hotel, momentos antes de o deixar rumo à Real Maestranza de Sevilha, onde actuou mano-a-mano com Daniel Luque frente a toiros da perigosa ganadaria Miura.
Uma foto publicada pelo próprio, há momentos, na sua página oficial da rede "Facebook" - uma foto que fala por si.

Foto D.R./@Manuel Escribano

Cartagena em ombros esta manhã em Arles


Andy Cartagena sagrou-se grande triunfador da corrida de rejoneio que esta manhã se realizou no antigo coliseu romano de Arles (França), com pouco público nas bancadas (quatro quintos da lotação preenchidos, segundo o site da revista "Aplausos").
Cartagena (foto) cortou quatro orelhas. Diego Ventura  obteve uma no primeiro toiro e foi ovacionado no segundo e a rejoneadora francesa Lea Vicens foi silenciado num toiro e cortou uma orelha no outro. Os toiros pertenciam à ganadaria Murube e tiveram jogo desigual.

Foto González Arjona/aplausos.es

Sol radioso e muitas suspeitas... em terras de Sousel...


Muitos dos habituais comensais/aficionados que neste dia do ano cumprem a tradição de décadas de "acampar" nas proximidades da praça de toiros de Sousel, comendo e bebendo, aguardando pela usual tourada da tarde, ainda ali permanecem, indignados com o cancelamento da corrida. "Com um dia de sol como este... o que terá sucedido para anularem a tourada?", perguntam. Há quem avente, em surdina, que "os toiros foram trocados há dias" e "houve quem os não quisesse enfrentar... qual mau tempo, qual carapuça...". Assim vai la Fiesta em terras de Portugal...

Foto D.R.

Campo Pequeno/2014: uma Temporada Única!