sábado, 23 de setembro de 2017

12 de Outubro: a Grande Gala de fecho da temporada em Lisboa


Foto Emílio de Jesus

Próximo fim-de-semana: Feira de San Miguel em Zafra



O maior curro da temporada na próxima 6ª feira em Évora!


Cartel-estrela da temporada: João Moura Caetano, João Moura Jr. e João Ribeiro Telles, o Trio da Apoteose, na próxima sexta-feira, dia 29, na Corrida das Vindimas em Évora.
Uma noite de prometidas emoções e de novo o confronto entre os Forcados Amadores de Évora e Amadores de Alcochete, sendo esta a primeira corrida deste segundo grupo depois da trágica noccturna do passado dia 15 na Moita em que perdeu a vida o saudoso Fernando Quintella.
A empresa Toiros & Tauromaquia anuncia "o maior curro da temporada": seis imponentes toiros da ganadaria de Irmãos Moura Caetano.
A não perder.

Célebre forcado "Peitaça" despede-se amanhã em Coruche


Rui Godinho, o famoso forcado conhecido por "Peitaça", dos Amadores de Coruche, despede-se amanhã das arenas na corrida que se vai realizar em Coruche com toiros da centenária ganadaria Palha.
Pegam os Forcados Amadores de Coruche e os Amadores da Chamusca e actuam os cavaleiros Gilberto Filipe, António Brito Pais, Francisco Palha, Miguel Moura, Parreirita Cigano e Luis Rouxinol Jr.
Na hora do adeus às arenas, a nossa homenagem a quem tão bem honrou a nobre arte de pegar toiros. Recordando sempre a sua histórica participação em 2010 ma Corrida "Farpas" na Figueira da Foz, integrando a Selecção de Forcados comandada por Francisco Costa.

Foto D.R./@Rui Peitaça/Facebook


Ana Rita: cavaleira portuguesa entra amanhã na História



Incrivelmente esquecida pelas empresas nacionais, a cavaleira Ana Rita continua a basear a sua carreira em Espanha, somando êxitos e saídas em ombros - e amanhã, domingo, entra na História como a primeira mulher a tourear toiros da temida e histórica ganadaria de Victorino Martín. Será em Yecla (Espanha) na corrida comemorativa dos 150 anos da praça, em que vai ter por alternantes os matadores Morenito de Aranda e Daniel Luque.
"Estou muito feliz e mentalizada para domingo", disse a cavaleira ao site mundotoro.com, acrescentando que espera que "um triunfo aqui sirva para entrar nas praças que agora estão fechadas para mim".
"É uma oprtunidade única e vou aproveitá-la", acrescenta a toureira, deixando no ar o recado às grandes empresas:
"Os meus apoderados e eu estamos a apostar muito nesta corrida para ver se tenho sorte e podemos entrar em grandes corridas. Sempre tenho aguentado muito, dado tudo de mil e fazer os impossíveis e nem assim sou capaz de entrar no circuito, é muito complicado, mas creio que tenho o nível necessário e que o mereço".

Foto D.R.

Missa de 7º dia por Fernando Quintella esta tarde em Lisboa


Hoje, pelas 19 horas, é celebrada na Igreja de Nossa Senhora da Encarnação, em Lisboa (Largo do Chiado), uma missa de 7º dia por alma de Fernando Reynolds Quintella, forcado dos Amadores de Alcochete (na foto, com o ex-cabo Vasco Pinto) que morreu no último sábado, vítima de colhida sofrida na véspera na arena da Moita.

Foto Pedro Batalha


Ana Rita e Moura Caetano entre os 10 primeiros do escalafón em Espanha



Os portugueses Ana Rita (foto ao lado) e João Moura Caetano (foto de cima) ocupam honrosos lugares entre os dez primeiros no escalafón de rejoneadores em Espanha publicado no site mundotoro.com.
Ana Rita está na 7ª posição com 19 corridas, 55 orelhas e 5 rabos e Moura Caetano na 10ª com 17 corridas, 20 orelhas e um rabo.
O primeiro lugar é ocupado pela francesa Lea Vicens com 37 corridas, 63 orelhas e 2 rabos, seguindo-se Diego Ventura (37 corridas, 70 orelhas e 5 rabos), Andy Cartagena (34 corridas, 79  orelhas e 5 rabos), Leonardo Hernández (24 corridas, 53 orelhas e 5 rabos), Pablo Hermoso de Mendoza (24 corridas, 31 orelhas e 2 rabos) e Mário Pérez Langa (22 corridas, 42 orelhas e 3 rabos).
Entre os 10 primeiros estão ainda Sérgio Galán em 8º lugar com 19 corridas, 28 orelhas e um rabo, Manuel Manzares em com 18 corridas e 13 orelhas.
Rui Fernandes (15 corridas, 18 orelhas e 2 rabos) e João Moura Júnior (15 corridas e 7 orelhas) ocupam as 14ª e 15ª posições, respectivamente.

Fotos D.R.

Hoje, às 22 horas: alta competição no Coliseu de Elvas!



Rouxinol, GFA de Évora e Murteira Grave eleitos triunfadores do ano em Abiul



A Tertúlia Berço da Tauromaquia de Abiul elegeu os triunfadores da temporada na sua praça de toiros: Luis Rouxinol (foto ao lado), melhor cavaleiro: Grupo de Forcados Amadores de Évora (foto de cima), melhor grupo; e Murteira Grave, melhor ganadaria.
Fitou deserto o prémio "Muleta de Ouro", que distinguia o melhor matador.
Posteriormente será divulgada a data e o local da Gala de entrega dos troféus.

Fotos Emílio de Jesus e Frederico Henriques/@Campo Pequeno


Imponente toiro de Murteira Grave para dia 30 em Alcácer



A empresa Verdadeira Festa apresenta hoje o "Pajaro Azul", toiro n°28 da ganadaria triunfadora da temporada 2017, Murteira Grave, para a corrida do próximo dia 30 em Alcácer do Sal (cartaz ao lado), onde a histórica divisa da Galeana estará em confronto com a mítica ganadaria espanhola Miura.
Esta ganadaria volta a lidar na praça de toiros "João Branco Nuncio" após 11 anos de ausência e volta no ano em que venceu todos os prémios de bravura dos concursos de ganadarias em que participou em Portugal continental, Moita, Montijo e Salvaterra de Magos e triunfou com força em todas as praças onde lidou, acabando de ser também eleita como a melhor ganadaria da temporada em Abiul.
Por coincidência este "Pajaro Azul", negro chorreado, tem o mesmo nome do toiro que arrebatou os troféus de apresentação e bravura este ano em Salvaterra, sendo isso já um bom indicador...

Foto Florindo Piteira/cortesia Verdadeira Festa

Sábado, dia 30: Miuras e Graves em Alcácer do Sal, um confronto histórico



"Juanito" corta uma orelha em Azuqueca de Henares


O novilheiro João Silva "Juanito" cortou ontem uma orelha ao seu primeiro novilho em Azuqueca de Henares (Guadalajara, Espanha), sendo depois ovacionado no segundo e dando volta à arena no terceiro, com petição de orelha, que lidou por Jorge Isiegas (uma orelha no único que toureou), vítima de duas cornadas na coxa esquerda de prognóstico reservado.
Javier de Miguel foi silenciado no seu primeiro e cortou uma orelha ao segundo do seu lote.
Lidaram-se novilhos de Juan Barriopedro, bem apresentados, de jogo desigual.

Foto Joel Bravand


Ontem, 6ª feira: 8.190 leram o "Farpas"!


Visualizações de páginas de hoje
1 725
Visualizações de página de ontem
8 190
Visualizações de páginas no último mês
563 876
Histórico total de visualizações de páginas
18 730 978

30 de Setembro e 1 de Outubro: todos os caminhos vão dar a Zafra!



Toiros Passanha amanhã em Pozoblanco


Amanhã, domingo, lidam-se em Pozoblanco (Córdoba, Espanha) seis toiros da ganadaria Passanha na corrida de rejoneio da Feira Taurina local.
Actuam os rejoneadores Sérgio Galán, Leonardo Hernández e Lea Vicens.


Iván Fandiño eleito a título póstumo triunfador da temporada em Arles


O malogrado matador de toiros espanhol Iván Fandiño, que morreu a 17 de Junho vítima de cornada sofrida na praça francesa de Aire-Sur-L'Adour, foi eleito pela Comissão Taurina de Arles (França) como o grande triunfador da temporada naquela praça de toiros.
Foram ainda distinguidos o rejoneador Leonardo Hernández, o novilheiro Adrien Salenc, a ganadaria Pedraza de Yeltes e o toiro "Peletero", de Baltasar Ibán, premiado como o mais destacado naquela praça.
Foi ainda atribuído um troféu especial a Rudy Nazy, director da Orquestra da Peña Chicuelo II, pelo seu comportamento musical e nacionalista quando os anti-taurinos saltaram àn arena na Corrida Goyesca.

Foto D.R.



Sérgio Galán e Leonardo Hernández mano-a-mano hoje em Madrid



Sérgio Galán (foto da esquerda) e Leonardo Hernández (foto da direita) toureiam hoje mano-a-mano em Madrid no arranque da Feira de Outono.
Lidarão seis toiros das três ganadarias do antigo matador "Niño de la Capea": El Capea, San Pelayo e Carmen Lorenzo.

Fotos D.R.


sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Corrida de alta competição amanhã em Elvas

João Moura Caetano
Marcos Bastinhas
Duarte Pinto


Amanhã, sábado, todos os caminhos vão dar a Elvas, em cujo Coliseu, a partir das 22 horas, se realiza a tradicional corrida à portuguesa da Feira de São Mateus com um aliciante cartel de alta competição e que reúne três das maiores figuras da nova geração do toureio a cavalo.
João Moura Caetano, detentor de uma das melhores quadras de cavalos da actualidade, tem vindo a triunfar em todas as praças e a consagrar a sua figura através de uma muito própria concepção da arte de tourear a cavalo. Amanhã em Elvas volta a confrontar-se com Marcos Bastinhas, com quem travou aguerrida competição no último sábado em Portalegre; e com o clássico Duarte Pinto.
Marcos Bastinhas, por seu turno, soma por êxitos memoráveis todas as suas presenças em várias praças nesta temporada. Chega à "sua" praça e ao seu público laureado por um apoteótico triunfo em Espanha, na praça de Don Benito (Badajoz), onde saíu em ombros com Pablo Hermoso de Mendoza e Lea Vicens e também pelos seus mais recentes êxitos com que galvanizou os aficionados na Nazaré, em Ponte de Lima e em Portalegre.
Duarte Pinto é um dos mais dignos representantes do toureio "à antiga", sucessor de um grande cavaleiro - seu pai, Emídio Pinto - e detentor de um estilo onde prima a verdade, a emoção e a arte de cravar vencendo o piton esquerdo com ousada temeridade.
Vão lidar-se toiros dos Herdeiros de Rodolfo André Proença, prestigiada ganadaria alentejana e nas pegas estarão os valentes Forcados Amadores de Évora e os Académicos de Elvas.
Motivos não faltam para que amanhã os aficionados acorram ao Coliseu de Elvas!

Fotos Maria Mil-Homens e D.R./@Duarte Pinto


12 de Outubro: Noite de Gala no encerramento da temporada do Campo Pequeno


Foto Emílio de Jesus

Falta só uma semana! Trio da Apoteose em Évora com o maior curro do ano!



Rui Bento em Logroño com Juan del Álamo



Rui Bento, Director de Actividades Tauromáquicas do Campo Pequeno, rumou ontem a Logroño (Espanha) depois da cerimónia de apresentação na praça lisboeta do luxuoso livro comemorativo dos 125 anos da Monumental de Lisboa, para acompanhar o matador que apodera, Juan del Álamo, que esta tarde actua na quinta corrida da Feira de San Mateo ao lado de Joselito Adame e Ginés Marín.
Lidam-se seis toiros cheios de trapio (dois exemplares nas fotos de cima) da ganadaria Zalduendo.

Fotos Chopera Toros/aplausos.es e Ricardo Relvas/Arquivo



Jornal "Olé!" já nas bancas



Tarde apoteótica de Pablo Hermoso ontem em Salamanca



Tarde apoteótica de Pablo Hermoso de Mendoza ontem no encerramento da Feira de Salamanca, cortando as duas orelhas ao seu primeiro toiro e sendo depois silenciado no segundo pelo mau uso do rojão de morte.
Pablo Hermoso - nas fotos de cima, com os cavalos "Berlín" e "Brindis" - saíu em ombros pela porta grande juntamente com os seus alternantes Sérgio Galán (duas orelhas e silêncio) e Lea Vicens (orelha e duas orelhas).
Lidaram-se toiros de excelente nota da ganadaria de Herdeiros de Sánchez y Sánchez e a praça La Glorieta registou uma entrada forte de três quartos.

Fotos Juan Andrés H. Mendoza/Farpas

Empresa de Alcácer apresenta o primeiro dos três Miuras para dia 30



O "Redondito", nº 19, cardeno de capa, é o primeiro toiro da mítica ganadaria espanhola Miura que a empresa Verdadeira Festa apresenta aos aficionados, dos três que no próximo dia 30 serão lidados em Alcácer do Sal num histórico confronto luso-espanhol com a ganadaria Murteira Grave.
Este toiro apresenta todas as características do encaste Miura: grande, com cara, algado de papada, um verdadeiro tio...
Os Miuras e os Graves vão ser lidados em Alcácer pelos cavaleiros João Moura e Luis Rouxinol e o praticante Francisco Núncio e pegados pelos Forcados Amadores de Santarém e Amadores de Montemor.

Foto Florindo Piteira/cortesia Verdadeira Festa


Livro dos 125 anos do Campo Pequeno lançado ontem com pompa e circunstância... mas com a lamentável ausência das grandes figuras do toureio

Dª Maria Teresa de Vasconcellos e Sá Grave, com o
cabo dos Forcados de Tomar, Marco Fernando
Patrícia Sardinha, directora do site naturales.com e
presidente do Grupo Tauromáquico Sector 1, com o
crítico taurino Joaquim Tapada
Os ganaderos Engº Jorge de Carvalho e Dr. João Santos Andrade, os cavaleiros
Luis Rouxinol Jr. e seu pai, Luis Rouxinol e o bandarilheiro Diogo Malafaia, vedor
de toiros da empresa do Campo Pequeno
O cornetim José Henriques deu o toque para o início da cerimónia, no camarote
que noutros tempos era ocupado pela direcção da corrida
Drª Paula Mattamouros Resende, a Dama de Ferro
que recolocou o Campo Pequeno no circuito mundial
dos grandes palcos da Tauromaquia
Rui Oliveira foi a grande alma deste livro e o dinâmico operacional executivo
da obra, produzida em tempo recorde e com um resultado altamente positivo 
Rui Bento, Director da Actividades Tauromáquicas, na
sua curta, mas eloquente, intervenção
Os autores do livro ocuparam a mesa de honra e no final autografaram a obra
a dezenas de aficionados e artistas que ontem mesmo a adquiriram
Manuel Andrade Guerra, coordenador editorial do livro, no uso da palavra
Rui Bento e a Drª Paula Resende, a dupla que recolocou o Campo Pequeno na
rota das grandes figuras do toureio mundial
Cláudia e Elísio Summavielle, antigo Secretário de Estado da Cultura, autor do
prefácio do livro, com Fátima Pinto Bessa
João e Amélia Morais com o Maestro Mário Coelho
Missão cumprida: a administradora do Campo Pequeno,
Drª Paula Mattamouros Resende e seu marido, o jornalista
Rui Oliveira, que foi a alma e o operacional executivo deste
fantástico livro apresentado ontem na praça
Os Forcados não faltaram. Na foto, João Pedro Oliveira (cabo do Grupo de Évora),
Francisco Maria Borges (Grupo de Montemor) e Pedro Coelho dos Reis (cabo do
Grupo do Aposento da Chamusca)
Elementos da equipa do Campo Pequeno com a Dr. Paula Resende 
Maestro Ricardo Chibanga, Francisco Godinho Cabaral, presidente da Real
Tertúlia Tauromáquica D. Miguel I e seu filho e Bruno de Castro. Em baixo, o
momento em que Rui Oliveira apresentava oficialmente a capa do livro


A Administração da Praça de Toiros do Campo Pequeno apresentou ontem ao final da tarde, em cerimónia que decorreu com pompa e circunstância na arena da Monumental de Lisboa, o livro "Campo Pequeno - 125 Anos no Coração de Lisboa", uma das iniciativas em curso em 2017, que marcam as comemorações do 125º aniversário da emblemática praça de toiros lisboeta.
Com a coordenação de Manuel Andrade Guerra (texto) e Francisco Romeiras (fotografia), o livro reúne testemunhos, recolhidos ao longo dos anos, vividos por cada um dos autores convidados.
O livro inclui 11 capítulos, um deles assinado pelo antigo primeiro-ministro de Portugal, Pedro Santana Lopes, enquanto que Elisio Summavielle, antigo Secretário de Estado da Cultura, assina o prefácio.
Os capítulos do livro são "Crónica da Inauguração", na qual é reproduzida a página do "Diário das Notícias" com a crônica da corrida inaugural (18 de Agosto de 1892), "Tradições de Lisboa" (Miguel Alvarenga), "Histórias e Memórias" (Andrade Guerra e Paulo Pereira), "A Evolução do Toiro" (Vasco Lucas), "A Importância dos Forcados" (Joaquim Grave, com um bonito poema de sua Mãe, Dª Teresa Grave), "Manuel dos Santos e o seu legado" (Manuel Jorge dos Santos), "Anos de Ouro" (Andrade Guerra), “Cortesia" (Pedro Santana Lopes)," A Praça-Mãe do Toureio a Cavalo" (Paulo Caetano, também com um notável poema de sua Mãe, Dª Marília Caetano)," Um Projecto Vencedor "(Paulo Pereira) e "Antes e Depois "(Paulo Pereira).
Os textos são ilustrados com documentos das coleções de Antonio Manuel Moraes, Grupo Tauromáquico Sector 1, Museu do Campo Pequeno e fotos de Emílio de Jesus, Francisco Romeiras (autor da grande maioria das fotos), Frederico Henriques, Henrique de Carvalho Dias, Maria João Mil-Homens e Rui Oliveira , com "design" e concepção gráfica de Rita Mendes Rodrigues.
Numa data tão especial, pretendeu-se produzir um livro que perdurasse no tempo e, apesar da clara prevalência da atividade tauromáquica nos seus conteúdos, houve também a preocupação de mostrar que, no momento, o Campo Pequeno, além de ser  primeira praça de toiros do país, mantém e preserva valores indeléveis da cultura portuguesa.
A edição tem 1700 exemplares em português e 300 em inglês e pode ser comprada por 50 euros no Museu do Campo Pequeno e no "El Corte Inglés" (Lisboa e Porto).
A cerimónia de ontem foi aberta com o toque do cornetim José Henriques, seguindo-se as intervenções da Drª Paula Resende, de Rui Bento, de Rui Oliveira (o grande operacional executivo da obra, concebida em apenas três meses) e Manuel Andrade Guerra.
Na mesa de honra sentaram-se todos os autores dos capítulos do livro, à excepção de Pedro Santana Lopes, que por motivos oficiais não pôde estar presente, que no final autografaram durante cerca d ehora e meia os livros de muitos artistas e aficicionados.
Lamentável, a todos os títulos, foi a ausência das grandes figuras do toureio nacional - todas elas convidadas a título pessoal pela administradora do Campo Pequeno...
No que a matadores diz respeito, estiveram ontem na cerimónia de lançamento de um livro que a todos diz respeito os Maestros José Júlio, José Trincheira, Mário Coelho e Ricardo Chibanga e o mais novo dos matadores nacionais, Manuel Dias Gomes. Quanto a cavaleiros, apenas marcaram presença Luis Rouxinol e seu filho Luis Rouxinol Júnior, Marco José e os praticantes Francisco Correia Lopes e António Prates. E mais nenhum. O que é verdadeiramente lamentável. E vergonhoso, mesmo. Mas não é de estranhar. Assim vai a nossa Festarola...
Já no que aos forcados concerne, marcaram presenças a maioria dos cabos e muitos elementos de grande parte dos grupos existentes, o presidente da Associação de Forcados, José Potier e antigas glórias da forcadagem como Nuno Megre, José Jorge PereiraGonçalo Sepúlveda, Nico Mexia de Almeida e outros. Presentes também diversos ganaderos, entre os quais Sebastião Ortigão Costa,  Francisco Romão Tenório, João Andrade (Prudêncio) e o Engº Jorge de Carvalho.
No início da sua intervenção, Manuel Andrade Guerra pediu um respeitoso momento de recolhimento em memória dos forcados Pedro Primo e Fernando Quintella, recentemente falecidos.

Fotos Maria Mil-Homens