terça-feira, 27 de outubro de 2020

"El Fandi" casou com a filha de Paco Ojeda

O matador de toiros espanhol David Fandilla "El Fandi" - que no início do mês toureou em Vila Franca na corrida mista da Feira de Outubro - casou na última sexta-feira, dia 23, com Yolanda Ojeda, filha do histórico toureiro Paco Ojeda e de Maria Antónia Marca.

A boda teve lugar na Igreja de Nuestra Señora de la Asunción, em Almonte (Sevilha).

Foto aplausos.es



Rogério Amaro em estado crítico

Rogério Amaro está em estado crítico e terminal. O antigo empresário tauromáquico - um dos mais importantes dos últimos vinte anos do século XX -, apoderado e forcado (ex-cabo dos Amadores do Montijo, que capitaneou entre 1976 e 1981) está em coma induzido e ligado ao ventilador na Unidade de Urgência Médica do Hospital de São José, em Lisboa. Foi-lhe diagnosticado ontem um cancro no pâncreas de grau 4.

António Rogério Amaro, de 72 anos, sentiu-se mal na passada quinta-feira e foi acudido em sua casa, na Parede, por sua filha e seu genro, que de imediato o quiseram levar ao hospital, mas recusou.

"Teimoso como é, o Miguel conhece-o, disse-nos que primeiro tinha que passar pelo escritório (em Lisboa) e levámo-lo lá. Estava muito fraco e mal conseguia andar. Já não conseguiu sair do carro quando chegámos a Lisboa. Chamámos uma ambulância e foi para o Hospital de São José, onde deu entrada já sem sentidos e com os rins em falência", conta-nos a filha, Patrícia.

"Esteve o fim-de-semana a fazer exames e ontem de manhã os médicos informaram-me que lhe tinha sido diagnosticado um cancro no pâncreas em estado muito adiantado. As esperanças de que recupere são muito poucas. Neste momento resta-nos rezar pelo meu Pai", acrescentou.

Foto Emílio de Jesus/Arquivo


Ontem, 2ª feira: 11.672 leram o "Farpas"!

 

Visualizações de páginas de hoje

368
Visualizações 
de página de ontem
11 672
Visualizações de páginas 
no último mês
405 342


Histórico total 
de visualizações 
de páginas
30 366 908


segunda-feira, 26 de outubro de 2020

Diogo Peseiro sobre a sua actuação na Azambuja: "Dei o possível e o impossível"

"Em Azambuja, com arena (que é muito boa) enlameada pela chuva, com toiro de 5 anos que foi fatal, de más intenções (...), de muito peso e muitíssimo perigo, depois de cinco lides anteriores, foi, por todo o meu respeito pela Azambuja, pelos aficionados presentes, e pela Tauromaquia em si e por mim próprio, que me entreguei e arrisquei, dando o possível e o impossível!" - declarou ao "Farpas" o novilheiro Diogo Peseiro, comentando a sua actuação ontem no festival taurino da Azambuja.

E acrescentou:


"Aquela porta-gaiola de joelhos (e eu sabia bem o que lá vinha...) e bandarilhar naquelas condições deu-me ainda mais força para aguentar e lutar para continuar em frente! Obrigado pelas ovações que nunca irei esquecer! Também um olé a todos meus companheiros de cartel, Amadores de Azambuja incluídos (com votos de melhoras ao forcado ferido grave)! Obrigado à Poisada do Campino pelo bom exemplo de ter ido em frente depois das chuvadas! O público agradeceu e esteve presente para defender a Tauromaquia! Que Deus a todos ajude!".


Foto Nélia Ramos/Facebook



Rogério Amaro em estado muito grave

Última Hora - É a notícia mais dolorosa e que menos queríamos dar: o nosso querido amigo Rogério Amaro está internado no Hospital de São José, em Lisboa, desde a passada quinta-feira, em estado muito grave.

O histórico empresário tauromáquico, apoderado e antigo forcado, ex-cabo dos Amadores do Montijo, de 72 anos, está em coma induzido e, depois de vários exames feitos nos últimos dias, foi-lhe diagnosticado esta manhã um cancro no pâncreas em estado muito adiantado.

Segundo sua filha Patrícia, as esperanças são poucas. "Só podemos rezar", disse-nos. Rezemos!

Foto M. Alvarenga


António Lúcio ainda hospitalizado, mas em franca recuperação

O crítico tauromáquico António Lúcio ainda está internado no Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, depois de no final da semana passada lhe ter sido diagnosticado um enfarte do miocárdio, mas felizmente encontra-se em franca recuperação.

"Acabei de fazer uma endoscopia e outras se seguirão. Com calma, vou comer as castanhas assadas e festejar o meu aniversário!", disse há momentos ao "Farpas".

Força, António! Rápido restabelecimento.

Foto Fernando Clemente/www.parartemplarmandar.com


Novo romance de Carlos Ruiz Villasuso sobre o narcotráfico no México

O jornalista e crítico tauromáquico espanhol Carlos Ruiz Villasuso, director e proprietário do site mundotoro.com e também colaborador do site aplausos.es, acaba de dar à estampa o seu segundo romance, "Narcohisteria", sobre o tráfico de droga no México e a sua relação com os Estados Unidos da América, fruto de um trabalho de quatro anos de investigação no terreno.

A obra é baseada em personagens reais e contém revelações inéditas sobre o narcotráfico. Este é o segundo romance de Carlos Ruiz Villasuso, depois do êxito de "Os anões morrem de madrugada".

O livro já chegou às livrarias em Espanha e é hoje à noite oficialmente apresentado, com a presença do autor, no Instagram da Casa del Libro.

Fotos D.R.

Carlos Ruiz Villasuso (à esquerda) em Janeiro deste ano em
La Puebla del Rio (Sevilha) com Miguel Alvarenga e Pedro
Marques. Em baixo, a capa do seu novo livro

João Soller Garcia tomou a alternativa há um ano em Évora

Faz hoje um ano - 26 de Outubro de 2019 - que se realizou a última corrida da passada temporada em Évora, na qual recebeu a alternativa o cavaleiro João Soller Garcia, que obteve um notável triunfo e abriu as portas a uma carreira que acabou por não ter sequência neste ano da pandemia, mas que se espera a venha ter em 2021.

Apesar de Filipe Gonçalves ser o cabeça de cartaz, a alternativa foi-lhe concedida por João Moura Júnior, pelos laços de amizade que os unem e por todos terem concordado com isso.

Actuaram Filipe Gonçalves, João Moura Júnior, Manuel Lupi (que reapareceu e foi também triunfador), João Ribeiro Telles, Miguel Moura e o novo cavaleiro Soller Garcia e as pegas estiveram a cargo dos Amadores de Évora e do Real Grupo de Moura, tendo-se lidado toiros das ganadarias Charrua e Passanha.

Um ano depois, recordamos alguns momentos da triunfal actuação de João Soller Garcia - numa tarde em que ninguém imaginava o que nos estava destinado em 2020...

Fotos M. Alvarenga






"Solar das Carnes" (Odivelas): o Menu da Semana





Covid-19: mais 27 mortos e 2.447 novos infectados

Portugal regista mais 27 mortes e 2.447 novos casos de covid-19, 1.633 dos quais no Norte. Recuperados são mais 1.079. No total, desde o início da pandemia, morreram 2.343 pessoas e 121.133 foram infectadas

Foram registados, face a domingo, mais 2.447 infectados com o novo vírus, de acordo com o boletim epidemiológico da DGS desta segunda-feira. No total, estão contabilizados 121.133 casos desde o início da pandemia. Desses, 48.834 correspondem a doentes activos, dos quais 1.341 foram contabilizados nas últimas 24 horas.


A região Norte continua a ser a que maiores aumentos regista (1.633, num total de 51.932), representando cerca de 66% dos mais recentes contágios. Seguem-se Lisboa e Vale do Tejo, com mais 580 casos, em 53.412, e o Centro, onde há mais 167 infectados, em 10.118. O Alentejo contabiliza mais 24 (em 2.436) e o Algarve mais 27 (2.496). O arquipélago da Madeira soma mais 11 infectados, com um total de 394, e nos Açores há mais cinco casos, em 345.


Morreram em Portugal mais 27 pessoas, elevando para 2.343 o número total de mortes por covid-19 (1.197 homens e 1.146 mulheres). 


Treze das vítimas mortais foram registadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, oito no Norte, cinco no Centro e uma no Alentejo. A grande maioria das vítimas (15) tinha 80 anos ou mais - 8 homens e 7 mulheres. Da faixa etária dos 50-59 anos morreu uma mulher, da faixa dos 60-69 dois homens, e da faixa dos 70-79 anos seis homens e três mulheres.


Fonte: "Jornal de Notícias"/DGS



Facebook: Paulo Caetano grato pela homenagem que lhe prestaram ontem na Azambuja

O Maestro Paulo Caetano agradeceu na sua página da rede social Facebook a bonita e espontânea homenagem que o público aficionado lhe prestou ontem na praça da Azambujaquando foi brindado pelo cavaleiro David Gomes e pelos Amadores da Azambuja em reconhecimento pela comemoração nesta temporada dos seus 40 anos de alternativa.

Os aficionados tributaram-lhe uma grande ovação nas duas ocasiões e quando os forcados lhe dedicaram uma pega a banda tocou em sua homenagem os "parabéns a você".

Paulo Caetano agradeceu esta significativa homenagem no último festejo da temporada da pandemia:

"Sensibilizado, agradeço a ovação enorme com que me brindou o público presente na Praça de Toiros da Azambuja. Muito grato também ao cavaleiro David Gomes e ao Grupo de Forcados Amadores da Azambuja que me brindaram as suas excelentes actuações. Bem hajam".


Foto M. Alvarenga



Morreu o antigo forcado João Manuel Matos Silva


Morreu João Manuel Matos Silva, grande aficionado e antigo forcado do grupo de Amadores do Ribatejo.

Natural da aldeia de Gafete (Portalegre), viveu muitos anos em Coruche, onde granjeou grandes amizades. João Manuel Matos Silva tinha 73 anos e vivia há longo tempo em Benguela, Angola, onde morreu vítima de complicações surgidas depois de uma intervenção cirúrgica aos intestinos.

A toda a Família enlutada, em especial a sua filha Sofia e ao nosso querido companheiro Hugo Teixeira, seu primo, endereçamos os mais sentidos pêsames.

Que em paz descanse.

Fotos D.R.

João Manuel Matos Silva numa foto actual e, em baixo, nos
tempos de forcado nos antigos Amadores do Ribatejo

Matador mexicano Sérgio Flores hospitalizado com covid-19

O matador de toiros mexicano Sérgio Flores está desde o dia 22 hospitalizado depois de ter dado positivo para a covid-19. Segundo um comunicado do seu apoderado Roberto Viezcas, o toureiro está a responder favoravelmente ao tratamento e encontra-se livre de perigo.

Pela experiência por que está a passar, Sérgio Flores aconselha todos a "cuidarem-se, seguindo as indicações das autoridades sanitárias", bem como a "usar máscara e lavar as mãos constantemente", terminando com uma mensagem de ânimo: "Estamos seguros de que em breve voltaremos mais fortes que nunca".

Sérgio Flores, de 29 anos, tomou a alternativa em 2 de Setembro de 2012 na praça francesa de Bayonne, apadrinhado por "El Juli" com o testemunho de Miguel Ángel Perera.

Foto D.R.


Temporada da pandemia termina com triunfos de Paulo Caetano e Diogo Fera na Azambuja e sem cavaleiros na Moita

Paulo Caetano recebeu grande homenagem do público, que
lhe prestou enorme ovação ontem na Azambuja, quando
o cavaleiro David Gomes e os Forcados da Azambuja lhe
brindaram pelos seus 40 anos de glória nas arenas

A mais estranha de todas as temporadas tauromáquicas de sempre - mas que, apesar de tudo e com menos corridas, existiu... quando todos imaginavam que isso seria impossível - terminou ontem, em dia de chuva, com dois festejos na Azambuja e na Moita.

Estavam ainda anunciadas duas corridas para o próximo fim-de-semana - sábado, 31, em Évora e domingo, 1 de Novembro, no Cartaxo - mas foram canceladas depois de o Governo decretar a proibição de circulação entre concelhos nesses dias (de 30 de Outubro a 3 de Novembro).

Sem grande ambiente, marcadas pelo mau tempo, mesmo assim realizaram-se ontem o festival taurino na Azambuja e a novilhada popular na Moita. O público acorreu sobretudo à praça da Azambuja, na Moita registou-se menor afluência de aficionados nas bancadas.

O novilheiro João Diogo Fera, há alguns anos radicado em Espanha, reapareceu no festival da Azambuja e foi a agradável surpresa da tarde, realizando uma muito aplaudida e artística faena a um bom novilho-toiro da ganadaria de Paulo Caetano

O Maestro assistia à corrida na bancada e foi brindado pelo cavaleiro David Gomes e pelos forcados Amadores da Azambuja, na temporada em que comemorou 40 anos de alternativa, sendo para Caetano as maiores ovações da tarde. O público rendeu-lhe bonita homenagem e a banda tocou-lhe os parabéns.

Ainda na Azambuja, tarde marcada por boas actuações dos cavaleiros Gilberto Filipe, António Brito Paes, David Gomes e Mara Pimenta, frente a toiros com idade e apresentação. Lidaram-se três de António Lampreia e um de Passanha (que coube a Brito Paes). Havia um prémio em disputa para a melhor lide, o que não é normal em festivais taurinos, mas o júri decidiu não o entregar, uma vez que os quatro cavaleiros estiveram bem, destacando-se todos eles. Os Amadores da Azambuja, que festejavam o seu 53º aniversário, executaram quatro ricas pegas.

Pouco pôde fazer o novilheiro Diogo Peseiro, para além de demonstrar valentia e decisão, com um toiro de cinco anos da ganadaria Mata-o-Demo que não lhe deu opções.

Na novilhada da Moita, devido às más condições do piso, pela chuva que caiu nas horas que antecederam o espectáculo, foram suprimidas as lides a cavalo e, consequentemente, as pegas. Não actuaram os cavaleiros Diogo Oliveira (que ia fazer a prova para praticante) e João Dias (amador), nem pegaram os Amadores do Aposento da Moita.

Destacou-se o promissor novilheiro Filipe Martinho e actuaram também, evidenciando valor, Paula Santos, o espanhol Yeray Gomez e Duarte Silva e os bezerristas Carlos Apolinário e João Mateus, mais um jovem aluno da Escola de Badajoz.

Lidaram-se novilhos do Engº Jorge de Carvalho, de Calejo Pires, Falé Filipe, Palha e Canas Vigouroux (dois).

E para o ano há mais!

Fotos M. Alvarenga e Nélia Ramos/Facebook

João Diogo Fera triunfou e foi a agradável surpresa do
festival de ontem na Azambuja
Diogo Peseiro evidenciou valentia e muito querer, mas não
teve opções com um toiro de 5 anos de Mata-o-Demo

Ontem, domingo: 7.752 leram o "Farpas"

 

Visualizações de páginas de hoje

2 350
Visualizações 
de página de ontem
7 752
Visualizações de páginas 
no último mês
405 342


Histórico total 
de visualizações 
de páginas
30 357 218


domingo, 25 de outubro de 2020

Até 6ª feira, dia 30: ainda pode ver na Ticketline a última corrida do Campo Pequeno

Se não viu, pode ver agora e olhe que vale a pena, foi um grande corrida! Se assistiu, reveja-a e recorde os grandes momentos de bom toureio e as grandes pegas - a cargo dos cavaleiros António Ribeiro TellesMarcos BastinhasDuarte PintoFrancisco PalhaAndrés Romero e Luis Rouxinol Jr. e dos forcados de Lisboa e do Ramo Grande, que enfrentaram toiros de Passanha.

Até ao próximo dia 30, sexta-feira, ainda pode ver em Live Stage na Ticketline - sem ter que mudar de concelho, comodamente em sua casa! - a última corrida da temporada do Campo Pequeno, realizada no passado dia 1.

Compre aqui o seu bilhete:

Bilhete ToirosLive: https://livestage.ticketline.pt/.../fabulosa-corrida-de...



Desinfeções Anti-Vírus - Serviço 24h em todo o país - ligue 915 063 500 ou 969 079 297



Tarde sem chuva na Azambuja


A chuva já não se faz sentir na Azambuja e as previsões meteorológicas dão conta de um dia sem mais água.


Dentro de meia-hora, às 15h30, vai ter início o último festival taurino da temporada, uma organização da Poisada do Campino a favor do fundo de assistência dos forcados Amadores da Azambuja.


Nos currais da praça "Dr. Ortigão Costa" estão toiros sérios, com idade, peso e trapio, das ganadarias Passanha, Paulo Caetano, António Lampreia e Mata-o-Demo, a prometer uma tarde de muitas emoções.


Actuam os cavaleiros Gilberto Filipe, António Brito Paes, David Gomes e a praticante Mara Pimenta e os novilheiros João Diogo Fera e Diogo Peseiro, estando as pegas a cargo dos Amadores da Azambuja, comandados por Nuno Matos.



Covid-19: mais 19 mortos e 2.577 infectados

Assim vai este país: Fórmula 1 ontem em Portimão. Tudo ao
molho e fé em Deus... E depois, queixem-se...

Depois de ontem, sábado, ter batido o recorde no número de infectados, 3.669, Portugal regista agora mais 2.577 novos casos e 19 óbitos por covid-19. No total, desde o início da pandemia, morreram 2.316 pessoas e 118.686 foram infectadas com o novo coronavírus

O boletim da Direcção-Geral da Saúde deste domingo dá conta de mais 1.523 casos activos do vírus SARS-CoV-2 em Portugal. No total, há 47.493 infecções activas no país. Foram também registados mais 1.035 doentes recuperados nas últimas 24 horas - desde o início da pandemia, 68.877 pessoas recuperaram do contágio pelo novo coronavírus.


Desde sábado foram internadas mais 119 pessoas com covid-19 nos hospitais portugueses, num total de 1.574 doentes. Nos cuidados intensivos deram entrada mais nove infetados. Nestas unidades permanecem agora 230 doentes. Mais 1.725 pessoas estão a ser vigiladas pelas autoridades de saúde.


O Norte que superou ontem, sábado, as duas mil infecções diárias, regista este domingo mais 1.696 doentes com covid-19. Lisboa e Vale do Tejo tem mais 492 novos casos, o Centro mais 290, o Alentejo mais 44, o Algarve com 42, a Madeira com 11 e os Açores têm mais dois doentes.


Das 19 vítimas mortais registadas este domingo, dez eram do Norte, oito de Lisboa e Vale do Tejo e uma do Alentejo.


Fonte: "Jornal de Notícias"/DGS


Foto D.R.

Apesar da instabilidade do tempo: últimos festejos da temporada realizam-se esta tarde na Azambuja e na Moita

Os dois últimos festejos da temporada estão de pé e vão realizar-se apesar da instabilidade do tempo.

Dentro de uma hora, às 15h30, inicia-se na praça de toiros da Azambuja o festival a favor do fundo de assistência dos forcados locais. O sorteio já ocorreu e estão nos currais toiros sérios e com mais de 500 quilos das ganadarias Passanha, Paulo Caetano, António Lampreia e Mata-o-Demo.

Actuam os cavaleiros Gilberto Filipe, António Brito Paes, David Gomes e a praticante Mara Pimenta, os novilheiros João Diogo Fera e Diogo Peseiro e pegam os Amadores da Azambuja, capitaneados por Nuno Matos.

Também na praça de toiros da Moita vai realizar-se a partir das 16h00 a novilhada popular a favor da Escola de Toureio local, em que actuam os cavaleiros Diogo Oliveira (que presta provas para praticante) e João Dias (amador), os novilheiros praticantes Paula Santos, Yeray Gomez (espanhol), Filipe Martinho e Duarte Silva e ainda os bezerristas Carlos Apolinário e João Mateus (na lide a duo de um eral). Pegam os Amadores do Aposento da Moita, capitaneados por Leonardo Mathias e lidam-se novilhos das ganadarias Palha, Branco Núncio, Engº Jorge de Carvalho, Canas Vigouroux, Falé Filipe, Mata-o-Demo e Calejo Pires.

Foto A. Marcos/@Diogo Peseiro

Diogo Peseiro: o futuro matador nacional toureia esta tarde
na Azambuja um toiro de cinco anos da ganadaria Mata-o-Demo

Tarde épica de António Ferrera ontem em Badajoz

Tarde épica e heróica de António Ferrera ontem em Badajoz, onde se encerrou com seis toiros de Zalduendo. Cortou um total de cinco orelhas: uma no primeiro toiro, outra no segundo, duas no quarto (grande faena) e mais uma no último. No terceiro toiro e no quinto foi ovacionado.

Foto mundotoro.com


Ontem, sábado: 6.999 leram o "Farpas"

 

Visualizações de páginas de hoje

3 254
Visualizações 
de página de ontem
6 999
Visualizações de páginas 
no último mês
405 342


Histórico total 
de visualizações 
de páginas
30 350 370


sábado, 24 de outubro de 2020

João Ferreira em Badajoz: Orgulho Nacional!

O bandarilheiro português João Ferreira em grande estilo, como sempre, a evidenciar a sua arte, o seu poderio e o seu domínio no tércio de bandarilhas, em que é rei, esta tarde em Badajoz, onde integra a quadrilha do matador António Ferrera na sua encerrona de praça cheia!

Orgulho Nacional!

Fotos D.R./Sónia Batista/Facebook



Um "casão" em Badajoz para ver Ferrera com 6 toiros

A Monumental de Badajoz esgotou a sua lotação permitida na corrida desta tarde, que ainda está a decorrer, única da atípica temporada que ali teve lugar, em que o matador António Ferrera se encerra com seis toiros da ganadaria Zalduendo.

Foto mundotoro.com


António Lúcio em franca recuperação

O nosso companheiro de crítica taurina António Lúcio, internado há dois dias no Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, onde lhe foi diagnosticado um enfarte do miocárdio, já está num quarto particular e em franca recuperação, como ele mesmo acabou de informar na sua página da rede social Facebook:

"E agora, já instalado num magnífico quarto do HBA, resta aguardar por mais exames e o veredicto do dr. Duarte Espregueira, por sinal o médico que tão bem tratou o meu pai. Não o conseguindo fazer a cada um individualmente, o meu reconhecimento e gratidão a todos quantos me ligaram ou deixaram mensagens de encorajamento e as suas orações. Obrigado a todos".


Desejos de rápido restabelecimento! Força, António!


Foto D.R./António Lúcio/Facebook



Não se esqueça!



Covid-19: 21 mortos e mais 3.669 infectados

Portugal registou, nas últimas 24 horas, mais 3.669 novos casos de covid-19 e mais 21 mortes. No total, desde o início da pandemia, morreram 2.297 pessoas e 116.109 foram infectadas

O boletim diário da Direcção-Geral da Saúde (DGS) dá conta de mais 1.686 casos activos do novo coronavírus, num total de 45.970 infecções activas. Nas últimas 24 horas, 1.962 recuperaram da covid-19. Desde o início da pandemia, mais de 67 mil pessoas (67.842) ultrapassaram o vírus da SARS-Cov-2.


Há mais 37 pessoas internadas este sábado - no total, 1.455 pessoas infectadas estão hospitalizadas em Portugal. Nos Cuidados Intensivos, estão agora mais 23 doentes, o que faz subir o número para 221 internados nestas unidades.


O Norte volta a bater o recorde diário no número de infectados: são mais 2.212 pessoas com o novo coronavírus. Como já tinha sido avançado por alguns especialistas, esta semana, a região ultrapassou pela primeira vez as duas mil infeções diárias. Na conferência de imprensa sobre a evolução da pandemia, ontem, a ministra da Saúde informou que o Norte tinha "mapas de risco a funcionar" para "avaliar a situação epidemiológica".


No número de contágios, segue-se Lisboa e Vale do Tejo com 1.027 infecções, o Centro com 273, o Alentejo com 96 e o Algarve com 54. Na Madeira há mais três casos positivos e nos Açores mais quatro infecções registadas.


Fonte: "Jornal de Notícias"/DGS

Desinfeções Anti-Vírus - Serviço 24h em todo o país - ligue 915 063 500 ou 969 079 297



Regalito "O Faraó": lembrando um romântico da Festa


Miguel Alvarenga - Não tão bem como o João Cortesão, o meu saudoso amigo José Zuquete ou o Fernando Guarany, entre muitos outros, mas ainda cheguei a conhecer o popular Regalito Flores Cabeça, que nos cartazes se anunciava como "El Faraó" e que foi, mais que um cavaleiro amador, um aficionado romântico da Festa.

Era natural de Moura e filho de Marcelino Cabeça, o Rei dos Ciganos, respeitado negociante de cavalos na sua terra.

Chegou a tourear no Campo Pequeno e em muitas outras praças nos anos 60 e ainda nos 70. Pode não ter feito grande história como toureiro, mas fê-la pela forma apaixonada e intensa com que vivia e dava largas à sua desmedida aficion.

Era frequentador assíduo das muitas tertúlias tauromáquicas que tinham por palco o velho Hotel Príncipe, outrora o grande santuário dos toureiros em Lisboa.

Um dia chegou até a desafiar Mestre Batista e José João Zoio para com ele medirem forças...

Foi uma figura no seu tempo. Isso foi. Uma figura respeitada, a que todos achavam graça. E que levava a sério o sonho de um dia brilhar nas arenas. Chegou a ser apoderado pelo lembrado António Silva, o taurino que lançou toureiros como o "Muleta Negra", Fernando Guarany e Paco Duarte e que um dia convenceu Manuel Valente, o "Espontâneo do Zip-Zip", a saltar à arena do Campo Pequeno quando toureava "Paquirri".

Regalito morreu prematuramente num acidente de automóvel há uns anos. E deixou saudades. Apeteceu-me lembrá-lo hoje. E homenagear a sua memória. 

Fotos D.R.


O célebre panfleto em que desafiava Batista e Zoio

Recorte de uma publicação dos anos 60

Novilhada popular: futuras estrelas das arenas amanhã na Moita

A emblemática praça de toiros "Daniel do Nascimento", na Moita, encerra amanhã, domingo, as comemorações do seu 70º aniversário, depois de em Setembro ter sido palco da sua tradicional - e triunfal - Feira Taurina.

Sob a gestão do dinâmico empresário Ricardo Levesinho - muito justamente reconduzido pela Sociedade Moitense de Tauromaquia nessa missão - a praça de toiros da Moita é amanhã palco de uma novilhada popular de oportunidade aos novos valores que, a par do festival que também amanhã se efectua na Azambuja, encerra a temporada da pandemia em Portugal.

Esta novilhada, que esteve programada para a Feira de Setembro e não se realizou por chuva, tem cartel formado pelos cavaleiros Diogo Oliveira (que presta provas para praticante) e João Dias (amador) e pelos novilheiros praticantes Paula Santos (da Escola de Toureio da Moita), Yeray Gomez (Escola de Toureio de Badajoz), Filipe Martinho (Escola de Toureio da Moita) e Duarte Silva (Escola de Toureio de Vila Franca), actuando ainda, na lide a duo de um eral, os bezerristas Carlos Apolinário e João Mateus. As pegas estão a cargo dos forcados Amadores do Aposento da Moita, capitaneados por Leonardo Mathias, que nesta temporada celebraram o 45º aniversário da sua fundação.

Lidam-se sete novilhos das ganadarias Palha, Branco Núncio, Engº Jorge de Carvalho, Canas VigourouxFalé Filipe, Mata-o-Demo e Calejo Pires.

A receita deste festejo reverte a favor da Escola de Toureio e Tauromaquia da Moita, uma das mais importantes do país, da qual sairam já várias estrelas do toureio a pé - entre as quais os matadores Luis Vital "Procuna", Sérgio dos Santos "Parrita" (hoje bandarilheiro) e Joaquim Ribeiro "Cuqui", bem como os bandarilheiros e ex-novilheiros Nuno Manuel "Velásquez" e João Prates "Belmonte", entre outros.


Amanhã na Azambuja: Diogo Peseiro enfrenta um toiro de 5 anos da ganadaria Mata-o-Demo

Pouco vulgar em arenas nacionais e muito menos em festivais taurinos, mas bem significativo do querer de um toureiro que se pretende afirmar e segue a passos de herói para a alternativa de matador de toiros: o jovem novilheiro Diogo Peseiro vai amanhã lidar na praça da Azambuja um toiro de cinco anos da prestigiada ganadaria Mata-o-Demo, que este ano triunfou na Moita - informa o seu apoderado Maurício do Vale.

Peseiro integra o cartel do festival taurino que amanhã se realiza na Azambuja, com início às 15h30, a favor do fundo de assistência dos forcados Amadores da Azambuja. Reparte cartel com o também novilheiro João Diogo Fera e com os cavaleiros Gilberto Filipe, António Brito Paes, David Gomes e a praticante Mara Pimenta, pegando em solitário o Grupo de Azambuja, capitaneado por Nuno Matos, na comemoração do seu 53º aniversário.

Lidam-se toiros das ganadarias Passanha, Paulo CaetanoAntónio Lampreia e Mata-o-Demo e estão em disputa dois troféus, um para a melhor lide a cavalo e outro para a melhor faena.

Fotos D.R.